Foi na noite do passado sábado, dia 11 de Abril, que ocorreu um gigante erro para a produção de Game of Thrones, mas um feliz engano para os milhares e milhares de fãs impacientes pelo retorno da série. Se é o teu caso, ficas a saber que os primeiros quatro episódios da 5º temporada de uma das séries mais populares de todos os tempos foram disponibilizados por engano na internet. Aconteceu um dia antes da estreia oficial do episódio, que estava marcada para hoje, dia 12 de Abril no canal norte-americano HBO.

Alegadamente, estes quatro primeiros episódios teriam sido enviados para revisão e testes de uma máquina de DVD dos meios de comunicação que os emitem, mas, de acordo com o blogue norte-americano Mashable, a postagem destes episódios nos torrents terá sido feita por um desses técnicos que teve acesso em primeira mão aos episódios.

Publicidade
Publicidade

A marca d'água digital que se vê nas imagens está claramente turva.

Uma fonte oficial da estação televisiva HBO avançou durante a tarde ao BuzzFeed Notícias que já estão a responsabilizar-se e a investigar culpados do incidente. "Infelizmente, parece que os responsáveis pelo upload dos quatro episódios da próxima temporada de Game of Thrones fazem de facto parte de uma equipa que foi aprovada pela estação HBO para recebê-los", lamenta o representante. Afirmou ainda para a imprensa que estão a "avaliar activamente como esta violação ocorreu".

Greg Spence, produtor principal da pós-produção da série Game of Thrones já tinha declarado ao jornal The Denver Post, há cerca de uma semana atrás, que estava preocupado com a possibilidade deste género de erros poderem ocorrer. E esse medo justificou-o porque "o elenco está sempre a viajar pelo mundo fora e há envios constantes de arquivos e imagem da série" para manter o trabalho fluido da equipa de produção.

Publicidade

Explica que estão a ser gravadas cenas "com efeitos especiais em todo o mundo. Os arquivos estão com marca d'água, e os editores têm de confirmar por escrito se as excluíram".

Spence claramente tinha motivos para estar preocupado. Em menos de três horas os episódios já registaram mais de 100.000 downloads, adiantou o site TorrentFreak. #Séries