Não, não é uma estreia exclusiva especialmente planeada para os "piratas" da Internet. Os primeiros 4 episódios chegam aos sites de partilha P2P antes da estreia oficial prevista prevista para o dia de hoje. Game of Thrones é a série mais "pirateada", tendo tido mais de 7 milhões de downloads apenas entre Fevereiro e Abril de 2015, conforme noticia o Independent. Desta vez, os episódios, ao invés de apareceram nos sites de torrents umas horas depois de serem transmitidos pela primeira vez nas ondas da #Televisão, apareceram cerca de um dia antes da sua transmissão oficial na TV. Ao passar por um conhecido site de torrents, o KickassTorrents, é possível verificar 4 torrents correspondentes aos 4 episódios da nova temporada de Game of Thrones - todos eles contam com dezenas de milhares de "sementes" ou seja, pessoas que já fizeram o download e estão activamente a partilhar com outras os episódios.

Publicidade
Publicidade

Game of Thrones, ou como é conhecida em Portugal, A Guerra dos Tronos, é uma série da norte-americana HBO, baseada na obra de fantasia "As Crónicas de Gelo e Fogo" de George R.R. Martin, e composta por cinco livros publicados e outros dois em desenvolvimento. "As Crónicas" já venderam mais de 58 milhões de cópias desde publicação do primeiro livro "A Guerra dos Tronos", em 1996.

Há cerca de uma semana, um dos produtores da série, Greg Spence, tinha já colocado a hipótese de informações, imagens ou vídeos da nova temporada, que não deviam ser publicadas, fossem parar à Internet. E assim aconteceu. A HBO já declarou que está a investigar o sucedido e afirmou suspeitar de que a origem desta fuga esteja num dos grupos que foram escolhidos para a pré-visualização da série, prática comum para obter feedback em relação às #Séries ou filmes em causa.

Publicidade

A "pirataria" online tem sido alvo de ataques da industria cinematográfica pelas receitas perdidas. Vários sites de partilha de ficheiros foram desligados, pessoas foram julgadas em tribunal e, apesar disso tudo, a "pirataria" não mostra sinais de abrandar; talvez as associações cinematográficas devessem focar-se em oferecer alternativas credíveis à mesma.