"Tem-se pedido a muitas mães trabalhadoras que façam o impossível: alimentar as suas famílias com um orçamento que pode apenas sustentar negócios que fornecem comida de baixa qualidade", alertou Gwyneth Paltrow no seu site Goop. A actriz tinha-se juntado ao #FoodBankNYCChallenge, um desafio que consiste em gastar 29 dólares (27 euros) em alimentação numa semana. Esta é a quantia de que dispõem cerca de 47 milhões de norte-americanos que recebem vales de alimentação do governo dos Estados Unidos por não disporem de um rendimento que lhes garanta necessidades consideradas básicas. O desafio do chefe Mario Batali, de uma organização independente ligada ao Banco Alimentar de Nova Iorque, mostrou-se mesmo um desafio impossível para a estrela de 42 anos de idade e mãe de dois filhos.

Publicidade
Publicidade

"Como suspeitava, apenas conseguimos fazê-lo por cerca de quatro dias, até que eu quebrei e comi frango e legumes frescos (e para manter a transparência, metade de um pacote de alcaçuz)", explicou Paltrow, acrescentando que a sua perspectiva em relação à alimentação no resto do país mudou por completo. A atitude da actriz e guru de estilo de vida amenizou assim a anterior polémica que tinha despertado com as escolhas de compra que tinha mostrado no Twitter, as quais foram criticadas em meios de comunicação social e redes sociais.

Talvez em resposta às críticas que recebeu, especialmente aquelas que sugeriam que Paltrow deveria ter doado fundos para o Banco Alimentar em vez de se juntar à campanha da forma que fez, a guru explicou que "duvidosa de que conseguiria completar a semana", escolheu doar dinheiro.

Publicidade

Além disso, todos os trabalhadores do seu escritório também se juntaram à iniciativa. Segundo o Daily Mail, Paltrow decidiu celebrar o fim do desafio ao jantar fora num restaurante da moda em Nova Iorque no dia 16 de Abril. Segundo a publicação, a actriz tinha começado o #FoodBankNYCChallenge no dia 3 de Abril, pelo que há muito que sabia que havia falhado. A informação acaba assim com os rumores de que Paltrow tinha quebrado o desafio para jantar fora no dia 14 de Abril. Nessa altura, afinal, já este teria terminado.

Gwyneth Paltrow aproveitou ainda o desabafo público, divulgado no seu site, para alertar para outras causas. A estrela considerou que é preciso uma revisão no sistema para que todas as pessoas possam ter acesso a alimentos frescos, mas que é também preciso tomar medidas para que haja igualdade salarial entre homens e mulheres, uma problemática que outras celebridades adeptas do feminismo têm divulgado. Só com igualdade, considerou a actriz, será possível aumentar a qualidade de vida de milhares de norte-americanos. #Famosos