Tudo o que Justin Bieber quer é limpar a sua imagem de bad boy, mas o seu passado continua a persegui-lo. Um juiz na Argentina decretou ordem de prisão, por um crime alegadamente cometido pelo baby singer em 2013. Esta não é uma boa notícia para o cantor, que está atualmente no festival de música e arte Coachella. Recentemente, Bieber mostrou-se arrependido pelos problemas que arranjou no passado e prometeu voltar a ser motivo de orgulho para todos os seus fãs.

Justin Bieber e os seus seguranças Terrence Reche Smalls e Hugo Alcides Hesny, têm ordem de prisão, decretada pelo Juiz Alberto Julio Banos, caso pisem o solo Argentino.

Publicidade
Publicidade

Os representantes do cantor pensavam que o caso estava resolvido, mas ao que parece estavam enganados. Na sentença, com a data de 8 de abril, o juiz declarou: "considero pertinente ordenar a detenção imediata dos acusados". De acordo com a imprensa internacional, o cantor de 21 anos não compareceu às autoridades para responder ao interrogatório sobre uma alegada agressão numa discoteca em Buenos Aires, em novembro de 2013. Bieber é acusado de mandar os seus guarda-costas atacar o paparazzo Diego Pesosa, à saída do clube noturno. De acordo com a lei Argentina, a prisão pelo crime em questão poderá ir de 1 mês a 6 anos.

Não é certo que o mandato de detenção se aplique fora das fronteiras da Argentina, mas de acordo com o advogado do fotógrafo, Justin irá pagar pelo seu crime. "Agora apenas precisamos de esperar que a polícia o encontre e o traga.

Publicidade

Para nós isto é um triunfo contra todos os que disseram que este caso era um bluff e que não tínhamos nada", disse o advogado Matias Morla.

A alegada agressão ao fotógrafo não foi o único escândalo na passagem do cantor pela Argentina. Durante o concerto uma fã atirou-lhe uma bandeira do país, mas o jovem atirou-a para fora do palco ao pontapé e com o apoio do microfone, tendo sido vaiado pelo seu gesto. Mais tarde, Justin acabou por pedir desculpa pelo que fez. As recentes notícias são más para todos os fãs do cantor na Argentina, já que ele não deve voltar ao país sul-americano tão cedo. #Famosos