No ano em que se recordam os 100 anos após o que o Papa Francisco apelidou de "primeiro genocídio do século XX", Kim e a irmã Khloe Kardashian estão na Arménia, onde homenageiam os familiares. Foi em 1915 que os turcos otomanos terão morto entre 1,5 a 1,7 milhões de arménios. A família Kardashian tem ascendência na Arménia e as duas mediáticas irmãs honram, assim, esses laços.

Neste fim-de-semana, as duas 'socialites' estiveram na cidade de Gyumri, perto da capital Yerevan, de onde eram naturais os familiares das norte-americanas. As estrelas do reality show "Keeping Up With The Kardashians" visitaram as ruínas da casa dos antepassados e estiveram numa igreja local.

Publicidade
Publicidade

Com muitos seguranças e vários fotógrafos, a visita solene das irmãs Kardashian está a ser tudo menos discreta. E mesmo que tentasse, seria difícil para Kim Kardashian, de 34 anos, passar despercebida. A estrela de televisão norte-americana deslumbrou com um elegante vestido beje, muito justo e acima do tornozelo, a evidenciar as voluptuosas curvas da mais velha das irmãs Kardashian. Combinou o bonito vestido com uns sapatos altos, também em bege, e vestiu um casaco comprido, num tom castanho.

O cantor Kanye West acompanhou a esposa na visita, com o habitual estilo mais casual, com calça de ganga, camisola desportiva, casaco e botas. Já a pequena North West arrasou com um 'look' total de ganga, com calça e casaco, que concluiu com sapatilhas brancas. O cabelo, tantas vezes polémico, da pequena filha do casal, foi apanhado, escondendo os naturais caracóis de North.

Khloe Kardashian, de 30 anos, também optou por um estilo mais solene e foi de preto preto.

Publicidade

Calças mais clássicas e camisola, em preto, a contrastar com um esvoaçante cabelo loiro. Já na sexta-feira, as duas irmãs tinham optado por presenças mais discretas, quando levaram flores, aos familiares defuntos e, posteriormente, foram recebidas pelo primeiro-ministro arménio, Hovik Abrahamyan, na capital Yerevan.

Num comunicado, o Governo revelou que "as Kardashians lamentam por não falar arménio, mas disseram que estão a aprender a língua nativa. Elas comprometeram-se a luta pelo reconhecimento internacional e condenação pelo genocídio arménio". #Moda #Famosos