Orange Is the New Black está a alcançar grande sucesso tanto nos Estados Unidos como pelo mundo fora. A popularidade é tal que este é já o terceiro ano em que a série é renovada para uma nova temporada antes da anterior estrear. A quase dois meses da estreia da 3.ª temporada, uma 4.ª já está garantida. A história é baseada no livro Orange Is the New Black: My Year in a Women's Prison, de Piper Kerman, mas a série toma algumas liberdades criativas que a distinguem da realidade.

Antes de "abraçar" o papel de Piper Chapman (a mudança do apelido de Piper é uma das liberdades criativas) na série do Netflix, Taylor Schilling tinha sido protagonista de Mercy, uma série que se aguentou pouco tempo no ar, e participara na adaptação ao cinema de Um Homem Com Sorte. Ainda assim, era praticamente uma desconhecida do público, mas com OITNB (sigla de Orange Is the New Black), a actriz ganhou reconhecimento e já foi nomeada para prémios Emmy e Globos de Ouro, embora ainda não tenha levado nenhuma estatueta para casa.

Falando da série, o enredo decorre no interior da Penitenciária de Litchfield, para onde Piper foi enviada no seguimento de uma condenação a 15 meses de prisão, depois de ter transportado uma mala com dinheiro proveniente de negócios de droga. Isto porque, depois de ter terminado a faculdade, Piper conheceu Alex, uma mulher que trabalhava para um cartel internacional de droga, e com quem se envolveu. Já na casa dos 30 anos, Piper tem então de ir para a prisão pagar pelos erros cometidos no passado.

Sem querer entrar em grandes detalhes para não estar a estragar a surpresa a quem possa estar interessado em ver a série, importa dizer que Piper está noiva de Larry, um jovem aspirante a escritor, mas o reencontro com Alex na prisão poderá trazer ao de cima sentimentos que ela pensava já não existirem.

Com estudos universitários e fazendo parte de uma família abastada, Piper sente-se deslocada naquele local, mas há que fazer o necessário para se aguentar. Como colegas de prisão, ela tem Nicky Nichols, uma rapariga nova com problemas de droga e que foi negligenciada pela mãe; a dura, mas generosa Red, que é cozinheira da cantina; Morello, uma italiana de bom coração, mas um bocado louca, e Crazy Eyes (Olhos Malucos), que está mais interessada em Piper do que esta gostaria.

Muitos outros personagens se juntam a estes, sem esquecer os guardas-prisionais, a directora da prisão e a própria família de Piper. A série não tem qualquer tipo de pudor, apresentou-nos uma personagem transsexual, e é frequente ver as actrizes nuas e a interpretarem cenas de sexo, em nada censuradas. Se o ingrediente para o sucesso é esse não se sabe, mas é possível que ajude, uma vez que o sexo vende. No entanto, a qualidade de Orange Is the New Black, sempre tão elogiada pela crítica, é inegável.

O anúncio da renovação da série para 4.ª temporada acabou de ser anunciado mas, antes disso, a série estreia a sua 3.ª temporada a 12 de Junho. Os treze episódios serão todos disponibilizados de imediato, como já é tradição no Netflix. #Televisão #Séries