Matar celebridades já é algo normal nas redes sociais. Há sempre um dia em que alguém morre, mesmo sem ter morrido. Isto é, uma pessoa lança o boato e a notícia rapidamente se torna viral, fazendo com que todos acreditem no que foi dito. Hoje, 2 de abril, o lesado foi, mais uma vez, Harry Styles, um dos membros da boysband One Direction (1D). Os que acreditam mais facilmente neste tipo de notícias talvez tenham ficado chocados, mas claro que isto foi uma partida que não chegou a tempo do dia das mentiras.

Ontem, dia 1 de abril, um dos assuntos mais comentados (ou trending topics) também se debruçou sobre Harry Styles. Para o dia das mentiras, a comunidade online decidiu "prender" Harry. Então parece que, hoje, alguém ficou um pouco aborrecido e decidiu continuar a brincar com Harry, dizendo que ele morreu. Os fãs dos One Direction que entraram no Twitter ficaram sem perceber porque é que RIP Harry Styles era um dos assuntos mais comentados, mas rapidamente começaram a criar teorias. Muitos assumiram que a fandom (base de fãs) ficou aborrecida e decidiu "brincar": "Mataram o Harry e ninguém sabe porquê... Parece outro dia normal na fandom dos 1D", tweeta uma fã da banda. Já outros acharam que esta foi uma forma de gozar e chatear o próprio Harry ou a banda. Uma das fãs não ficou feliz e disse "já não há drama suficiente ou as pessoas precisam de continuar a fazer trends estúpidas?".

Em tom de brincadeira, uma fã dos One Direction parodiou este assunto com a saída de Zayn Malik da banda: "Surgem boatos de que, na próxima vida, Harry será apenas um rapaz normal de 22 anos RIP Harry Styles". Foi mesmo a partir da saída de Zayn que a banda tem sido trend praticamente todos os dias. Entre polémicas e boatos, a banda não tem saído das bocas do mundo. Primeiro Zayn saiu, depois a internet ficou chocada com a saída, a seguir Justin Bieber gozou com a saída do cantor e, por fim, falou-se da polémica entre Naughty Boy e Louis Tomlinson por causa da suposta nova música de Zayn. As notícias não têm parado de sair e parece mesmo que não vão parar tão cedo. #Famosos #Música