De acordo com uma recente sondagem do "Daily Mirror", os britânicos manifestaram as suas preferências em relação a quem preferem que seja o próximo herdeiro do trono. À semelhança do que outros inquéritos já mostraram, os ingleses preferem que o sucessor da rainha Isabel II seja William. Apesar de o príncipe Carlos ser o sucessor imediato, 58% dos súbditos preferem ter o seu filho como rei. A percentagem aumenta para os 65% na faixa etária dos 18 aos 34 anos. Já 17% da população é a favor do fim da monarquia.

Para os ingleses, os duques de Cambridge formam um casal muito popular: são jovens, bonitos, modernos e responsáveis, e a chegada do seu segundo filho vai ser festejada a rigor pelos britânicos.

Publicidade
Publicidade

O príncipe de Gales e a sua esposa, Camilla Parker-Bowles, são considerados, por muitos dos inquiridos, demasiado velhos para revitalizar a monarquia, caso Carlos venha a ser o próximo rei de Inglaterra.

Outros dados da sondagem revelam que apenas 22% da população feminina gostaria de ver o príncipe Carlos subir ao trono. A maioria das mulheres prefere que ele abdique em favor do filho mais velho. Entre as faixas etárias mais velhas, o príncipe de Gales tem mais apoiantes, mas ainda assim, William é o favorito em todas as categorias da sondagem.

Phil Dampier, um jornalista que há vários anos escreve sobre assuntos relacionados com a família real britânica, considera que Carlos tem dificuldade em conquistar a simpatia da população feminina e do público jovem, e sugere que o príncipe deveria tentar chegar a estes públicos através das redes sociais, para dessa forma conseguir passar a sua mensagem.

Publicidade

Caso Carlos queira abdicar do trono e deixar que seja o filho a suceder-lhe, precisará da aprovação do parlamento.

Várias razões podem justificar que os britânicos prefiram William como rei em detrimento do seu pai: o espectro de Diana, que ficou conhecida como a princesa do povo e era muito acarinhada pelos ingleses, e que Carlos trocou pela amante e agora esposa, Camilla Parker-Bowles. Por outro lado, alguns comportamentos e declarações públicas do príncipe de Gales podem também contribuir para a sua baixa popularidade. #Famosos