Um grupo de mulheres ficou barrado à entrada para a sessão do filme "Carol", de Todd Haynes, no domingo à noite, por usarem sapatos rasos. O Festival de Cannes é conhecido como um local onde impera o glamour e onde cada estrela quer brilhar mais que a outra, e só por este motivo já ditam as tendências que os saltos altos são um adereço que faz a diferença. No entanto, nem toda a gente os pode usar, como foi o caso de algumas das mulheres do grupo que usava sapatos rasos, que, segundo o jornal Público, alegaram mesmo sofrer de problemas de saúde. Mas a explicação não foi considerada. Pouco depois, o diretor do Festival, Thierry Frémaux, defendeu na sua página no Twitter que não é obrigatório o uso de saltos altos no evento.

No entanto, outros convidados vieram a público recordar situações semelhantes, como o caso de Asif Kapadia, que realizou o documentário sobre Amy Winehouse. Segundo declarações também no Twitter, a sua mulher foi inicialmente barrada por aquilo que trazia calçado. Mas no final acabou por entrar. Numa conferência de imprensa na terça-feira de manhã, a atriz Emily Blunt defendeu mesmo que o uso de sapatos rasos deveria ser adotado por todos, banindo o uso dos saltos altos, alertando ainda que este é mais um episódio que prova que estamos ainda longe da igualdade entre homens e mulheres. No mesmo sentido, Denis Villeneuve, realizador, revelou que ele e os co-protagonistas do filme "Sicario", Benicio del Toro e Josh Brolin, vão usar saltos altos na estreia do filme, como forma de demonstrar a sua solidariedade para com as mulheres.

Em Cannes só através de convite é que se entra pela passadeira vermelha e existe um código de vestuário oficial, que é divulgado aos convidados assim que estes levantam os bilhetes para os filmes. Por norma, os homens devem usar gravata e sapatos pretos, enquanto as mulheres devem vestir-se "elegantemente". Já sobre os saltos altos paira uma nuvem de incertezas que nem a organização responde de forma clara. Em declarações à BBC, a porta voz do Festival, Christine Aimé, lembrou que as regras não têm mudado e que não há qualquer especificação quanto ao tamanho dos saltos. #Moda #Cinema