A jornalista e pivô da TVI Judite de Sousa durante algum tempo esteve afastada do pequeno ecrã. Este afastamento levantou alguns rumores e críticas em redor da jornalista, o que levou a TVI a emitir um comunicado. A informação defendia Judite de Sousa, dizendo que esta "nunca fez cedências no seu brio profissional e na sua entrega ao trabalho".

Com a morte inesperada do filho, André Sousa Bessa, a 29 de junho de 2014, a jornalista e diretora adjunta de informação da TVI durante cerca de três meses esteve afastada da apresentação do "Jornal da 8". Judite de Sousa voltou ao pequeno ecrã em setembro de 2014, com uma entrevista exclusiva a Cristiano Ronaldo.

Publicidade
Publicidade

Nessa entrevista a jornalista mostrava-se ainda visivelmente emotiva e fragilizada.

Após a entrevista a Cristiano Ronaldo, Judite de Sousa voltou à apresentação do "Jornal das 8" e à condução dos comentários de Marcelo Rebelo Sousa. No entanto, durante o decorrer de alguns dos noticiários televisivos, e após a apresentação de certas peças jornalísticas, por vezes a pivô não conseguia conter a emoção.

No final de dezembro de 2014 e início de janeiro de 2015, uma nova polémica surgiu em torno de Judite de Sousa, devido ao facto de esta estar ausente do pequeno ecrã. Surgiram rumores que relatavam que a jornalista tinha sido castigada pela TVI, e, por isso, não voltaria a apresentar o telejornal. O diretor de informação da TVI nessa altura veio desmentir toda a polémica em torno da estação televisiva e da jornalista.

Publicidade

Durante o tempo em que Judite de Sousa esteve afastada das apresentações dos telejornais da TVI, a jornalista esteve a desempenhar as suas funções de coordenação, que lhe pertencem enquanto diretora adjunta de informação da estação de Queluz de Baixo. Judite "esteve dedicada em exclusivo a funções de coordenação que se prendem com o seu cargo de Diretora - Adjunta de Informação", citava o comunicado emitido pela direção da TVI.

A pivô voltou esta terça-feira, 26 de maio, ao pequeno ecrã na apresentação e condução do "Jornal das 8", onde veio a entrevistar o líder do partido comunista, Jerónimo de Sousa. #Famosos #Televisão