O embate deu-se a cerca de 100 Km/h e podia ter sido bem mais grave. Rita Guerra é fã de motos e a vida já a ensinou a andar sempre protegida. Foi isso que a salvou de consequências maiores. Um carro bateu-lhe na traseira da moto, em plena A5, mas a cantora teve o discernimento de controlar a situação e sofreu apenas ferimentos na perna.

Através do Facebook, Rita Guerra partilhou fotografias do #Acidente e deixou um importante alerta: "Venho lembrar todos os motociclistas para a importância extrema do uso do equipamento adequado. Nada de t-shirts, manga cava e calções, etc! Tive muita sorte, acreditem!". O facto de usar todo o material adequado foi vital para que as consequências deste acidente não fossem mais graves.

Publicidade
Publicidade

A cantora quis ainda revelar como tudo aconteceu: "Circulava a uns 100 kms/hora quando um automóvel deu um toque na esquerda da traseira da minha mota. Foi o suficiente. A condutora ficou encandeada pelo sol e foi uma fracção de segundo".

Acidente de Rita Guerra traz um outro à memória

Casaco rasgado, um raspão na perna e um susto que não vai esquecer tão cedo, é isso que fica do acidente de Rita Guerra. O mesmo não pôde dizer a namorada de Paulo Gonzo que, há cerca de duas semanas, na mesma auto-estrada, perdeu a vida. Pequenina Rodrigues conduzia o seu carro no sentido Lisboa-Cascais quando embateu num carro da Brisa que procedia aos trabalhos de limpeza da via. O embate foi tão violento que atirou a designer para os cuidados intensivos de Hospital de Santa Maria, em Lisboa, com um prognóstico muito reservado.

Publicidade

Acabou por falecer dias depois, não resistindo aos ferimentos.

A auto-estrada nº5 é uma das mais utilizadas para entrar e sair de Lisboa pelo que regista muitos acidentes, sendo a maior parte apenas toques entre carros, provocados pelas extensas filas de trânsito. Ao longo dos últimos anos a concessionária da auto-estrada tem feitos investimentos para melhorar a sinalização e baixar limites de velocidade em zonas consideradas perigosas, a fim de evitar acidentes mais graves. #Famosos