"Jikulumessu - Abre o Olho", da produtora "Semba Comunicação", estreia amanhã, dia 26 de Maio, na RTP 1. A telenovela irá para o ar às 23 horas, depois de "Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão" e antes de "5 Para a Meia-Noite", e é a nova aposta do canal público para o prime time. A história e o enredo prometem cativar o público. Depois de "Windeck", esta será a segunda telenovela angolana a ser transmitida pela RTP.

A exibição de "Jikulumessu" em Angola já chegou ao fim, mas em Fevereiro a sua emissão foi suspensa. Segundo o jornal "Público", o motivo terá sido um beijo homossexual entre duas das personagens. Foi a primeira vez que houve um beijo gay na #Televisão Pública de Angola (TPA), o que terá provocado alguma controvérsia e mal-estar.

Publicidade
Publicidade

A TPA, no entanto, alegou, como motivo para a suspensão, "razões técnicas". Depois de a produtora ter procedido a "correcções na representação de alguns conteúdos mais sensíveis", a novela voltou a ser transmitida. A telenovela aborda vários assuntos da sociedade, nomeadamente a violência e a delinquência juvenis .

A trama conta a vida de Joel Kapala (Fernando Mailoge), cuja história é contada em dois momentos temporais distintos: 1998 e 2014. Tudo começa na cidade de Lubango (antiga Sá da Bandeira), onde vive Joel, na altura com 17 anos. O jovem recebe a notícia da sua admissão para terminar os estudos pré-universitários em Luanda, num dos mais conceituados colégios de Angola. Mas o que à primeira vista parecia ser um sonho, transformar-se-á num pesadelo para Joel, marcado por momentos de bullying, por parte de colegas e até professores, e culminando na morte da sua mãe.

Publicidade

Quando a história entra na segunda fase, em 2014, todos aqueles que prejudicaram Joel no passado estão bem na vida e têm as suas famílias e os seus negócios. O protagonista regressa à capital para acertar contas com o seu passado. Contudo, a sua vingança terá alguns percalços, sobretudo, quando Joel reencontrar o seu grande amor do passado, Djamila.

Corrupção, poligamia, homossexualidade e prostituição, são outros dos temas abordados nesta telenovela angolana. #Telenovelas