Quatro meninas vestidas como Madonna nos tempos de "Like a Virgin" (de branco e com crucifixos) entoam "you gonna love this, you can't touch this, because I'm a bad bitch". São assim os primeiros segundos do novo videoclipe da rainha da Pop, "Bitch I'm Madonna", que arranca com humor e uma auto-homenagem para dar passo a três minutos frenéticos de dança e festa, ao longo dos quais as aparições de rostos #Famosos não param de acontecer. Alguns deles são grandes estrelas da #Música actual, como Beyoncé, Kanye West, Nicki Minaj ou Katy Perry.

Há umas semanas, Taylor Swift reuniu um grupo de amigas, cantoras e modelos, para o vídeo de "Bad Blood". A Material Girl não quis ficar atrás da jovem artista e também apostou na presença de celebridades.

Publicidade
Publicidade

São menos do que na produção de Swift, é certo, mas de nível superior. Madonna aproveitou a sua adesão ao Tidal, o serviço de música criado por Jay-Z ao qual pertencem muitos dos artistas que aparecem no clipe, para fazer uma verdadeira demonstração de poder. Com "Bitch I'm Madonna", que promete ser um dos videoclipes do ano, a diva pretende dar um impulso ao seu novo álbum "Rebel Heart", cujas vendas têm sido discretas.

Quem espera ver Beyoncé, Katy Perry ou Miley Cyrus interagir com Madonna no vídeo, ou cantar com ela, vai ter uma desilusão. A veterana cantora quase não aparece ao lado daquelas que serão as suas principais sucessoras. A participação destas grandes figuras da música é, contudo, simbólica. Todas elas são estrelas com nome próprio, mas fizeram questão de prestar reverência à rainha da Pop (que aparece com o cabelo pintado de rosa) olhando para a câmara e dizendo a frase "Bitch I'm Madonna".

Publicidade

Beyoncé, por exemplo, optou por imitar a pose de Ciccone no seu clássico "Vogue".

De uma maneira ou outra, a diva, de 56 anos, garantiu a presença das principais figuras da indústria, rivais nas vendas e companheiras de negócios no Tidal. Kanye West, um dos produtores do último álbum de Madonna e outro destacado membro do serviço de música, também aparece no clipe. Nicki Minaj, que interpreta a parte rap do tema num vídeo dentro próprio vídeo, é outro dos rostos do Tidal.

No vídeo, filmado no luxuoso Standard Hotel de Nova Iorque, Madonna obriga o top model espanhol Jon Kortajarena, com quem já tinha contracenado em "Girl Gone Wild", a beber um shot. O actor Chis Rock e a cantora e rosto da linha de roupa de Madonna, Material Girl, Rita Ora, dançam nos corredores. Na coreografia principal do vídeo aparecem ainda os estilistas Alexander Wang e Jeremy Scott, junto a Diplo (produtor da canção). O elenco é encerrado com os dois filhos da diva, Rocco, fruto do casamento com Guy Ritchie, e David Banda, de nove anos, que adoptou no Malawi e que parece disposto a seguir os passos da mãe, a julgar pela forma como executa a coreografia de break dance.

Publicidade

Moderna, com um visual de uma adolescente, com uma canção de letra irreverente, rodeada de estrelas e sem esquecer a família. É assim que Madonna se apresenta, disposta a tomar de assalto as listas de vendas e a converter "Bitch I'm Madonna" na canção do Verão. A fórmula, tal como aconteceu com Taylor Swift, parece resultar. Uma hora depois da estreia do vídeo, Madonna já era trending topic mundial no Twitter, com mais de cem mil menções.