A capa da próxima edição da revista norte-americana Vanity Fair será um estrondo, a analisar pela imensa popularidade que apenas em algumas horas o tema de capa já conseguiu. É nesta revista que poderá descobrir durante o mês de Julho toda a história de Bruce Jenner, o ex-atleta olímpico que aos 65 anos decidiu mudar de género.

Lançada apenas há algumas horas, a imagem da edição de Julho da revista Vanity Fair está já a ser um sucesso. Como tema de capa temos uma mulher sensual que se apresenta pela primeira vez ao mundo. Com o título Call me Caitlyn, Bruce Jenner mostra-se pela primeira vez após a conclusão do processo de mudança de sexo.

Publicidade
Publicidade

Numa sessão fotográfica conduzida pela profissional Annie Leibovitz, Jenner mostra o seu novo corpo sem pudores e afirma mesmo, na longa reportagem de 22 páginas, que "quando a capa da Vanity Fair sair, estarei livre".

Em Abril deste ano Bruce Jenner, ainda no meio da mudança de género, havia falado publicamente, e pela primeira vez, sobre a sua identidade de género e a respectiva mudança. Durante a entrevista concedida a Diana Sawyer, do canal norte-americano ABC, Bruce emocionou a América e o mundo ao afirmar que "este sou eu. Não estou preso no corpo de ninguém. Sempre me senti muito confuso com a minha identidade de género. O meu cérebro é mais feminino do que masculino". Agora, e depois desta produção fotográfica que realizou na sua casa em Malibu, Caitlyn revela-se orgulhosa do trabalho conseguido e anuncia que este ensaio é "sobre a minha vida, sobre quem sou como pessoa".

Publicidade

Admite ainda sentir-se finalmente livre na pele de Caitlyn, uma vez que enquanto Bruce tinha sempre de mentir e de guardar segredos.

A ex-atleta ficou conhecida por vencer a medalha de ouro durante os Jogos Olímpicos de Montreal em 1976, em plena Guerra Fria. Divorciado de Kris Jenner desde 2013, depois de 22 anos de casamento, Caitlyn ficou novamente conhecido por entrar no reality show da enteada Kim Kardashian, que se confessa orgulhosa do passo que Caitlyn deu. #Famosos #LGBT #EUA