Cara Delevingne deu uma entrevista a abrir o seu coração para a revista Vogue. Na última edição da revista, a jovem disse que, aos 15 anos, atravessou uma onda de "depressão, ansiedade e ódio por ela mesma." "Esses sentimentos eram tão dolorosos", Cara explicou, "que eu até poderia bater com a cabeça contra uma árvore só para desmaiar e parar de os sentir." Cara também admitiu que tomou vários tipos de medicação para a depressão e que fumava drogas quando adolescente, mas, segundo ela, "eu era completamente doida, com ou sem drogas."

 "Apesar de ter conseguido tornar-me uma atriz, eu não conseguia levantar-me de manhã," tamanho era o nível da depressão que a atriz/modelo estava a passar.

Publicidade
Publicidade

"O pior de tudo é que eu sabia como era sortuda, mas o facto era que por vezes eu preferia estar morta." "E depois tu sentes-te tão culpada por sentir esses sentimentos, é um ciclo vicioso", acrescenta a modelo britânica.

Delevingne eventualmente desistiu da escola e foi recrutada como modelo por um amigo do pai, um executivo.  "Eu era uma máquina sem controlo," ela diz, acvrescentando que ela fazia tudo o que o agente dela mandava, várias vezes o pedido dele era para ela fingir ser "A alma da festa." Cara admite também, a certo ponto, ter pensado em cometer suicídio. 

"É como, se alguma coisa fosse boa por muito tempo, eu preferisse arruiná-la. Eu estava a fazer as minhas malas, de repente eu só queria acabar com tudo," ela diz, "Eu tinha uma maneira e estava aqui, bem na minha frente."  Felizmente Cara resistiu, maioritariamente por causa de uma música que tinha tocado no funeral de um amigo próximo, também ter começado a tocar no computador dela. 

"Eu senti que era um aviso dele e fiquei furiosa comigo mesma," diz Cara, que garante que ultrapassou essa fase.

Publicidade

Cara teve coragem de compartilhar a história dela com os fãs e mostrar que nem tudo é o que parece.

Vale lembrar que Cara Delevingne vai ser a estrela do próximo filme do livro de John Green (escritor de "A Culpa é das Estrelas") "Cidades de Papel" que vai estrear no próximo mês.   #Moda