Ed Sheeran foi homenageado na 9.ª gala de beneficência 'American Institute for Stuttering's Freeing Voices Changing Lives', onde deu um discurso inspirador sobre ser diferente e aceitar as esquisitices e peculiaridades. "Eu era uma criança muito, muito estranha", disse. "Eu tinha uma marca de nascença na minha cara que foi retirada com laser quando eu era muito novo; um dia, eles esqueceram-se de pôr a anestesia, e desde então, eu fiquei gago", revelou o cantor. "A gaguez era o menor dos meus problemas", disse falando dos óculos e a falta de tímpano numa orelha.

O talentoso compositor disse que a #Música rap era mais eficaz para ele do que a terapia da fala ou a homeopatia. "O meu tio Jim disse ao meu pai que o Eminem era o próximo Bob Dylan (...), por isso o meu pai comprou-me o álbum The Marshall Mathers quando eu tinha 9 anos, sem saber o que ele tinha.

Publicidade
Publicidade

Eu aprendi cada palavra dele, de trás para a frente, quando tinha 10 anos. Ele canta rap muito depressa, melodicamente e de forma percurssiva, e isso ajudou-me a livrar-me da gaguez", confessou Ed Sheeran, revelando que isso o tornou estranho, mas que acabou por aceitá-lo. "Mesmo que tenhas peculiaridades e estranhezas, não te deves preocupar com isso. As pessoas com que eu andei na escola eram as mais normais e as mais interessantes enquanto crescíamos. Eu disse à Emily [Blunt] há pouco que um dos miúdos mais populares da escola agora é o meu canalizador! Isso é um facto!"

Sheeran continuou dizendo: "Se tentas ser o miúdo mais fixe da turma, vais acabar por te tornar muito aborrecido e acabas a fazer a canalização para alguém que aparentemente não era tão interessante. Sê tu próprio. Aceita as tuas peculiaridades. Ser estranho é uma coisa maravilha!"

Antes da Gala, Ed passou pelo tapete vermelho onde foi entrevistado pela People e falou sobre a possibilidade de aparecer de surpresa nos concertos da digressão mundial de Taylor Swift. "É uma longa digressão, por isso esperem e vejam, mas atualmente estou em digressão ao mesmo tempo por isso…", revelou o cantor.

Publicidade

Emily Blunt, a apresentadora do evento, surgiu a meio da conversa e pressionou o cantor para dar uma resposta mais objetiva. "Diz-me", disse a atriz. "Não seria propriamente uma surpresa se eu dissesse 'Sim, vai ser nesta data a esta hora' ", respondeu Sheeran. "Por isso vou dizer-te que não e piscar-te o olho", concluiu. #Famosos