Depois de nos dois primeiros artigos termos revelado algumas figuras do meio audiovisual e da música, é a vez de se ficar a conhecer alguns prestigiantes escritores de sucesso que descendem de portugueses. Preparado para conhecer mais "portugueses"? Já ouviu falar de algum dos nomes mencionados? Fique a conhecê-los melhor.

Louisa May Alcott (1832, Filadélfia - 1888, Boston) destacou-se na #Literatura juvenil. A sua obra mais marcante foi "The Little Woman" (As Mulherzinhas). Teve antepassados paternos que foram judeus portugueses que imigraram para Inglaterra (possivelmente ainda antes de 1500).

Alexander Fraser (nascida em 1828 na Índia, como Caroline Rosetta Small), tinha ligações do seu lado materno a Portugal.

Publicidade
Publicidade

A sua mãe chamava-se Caroline Honora Pereira e era descendente de Isaac Lopez Pereira (eventualmente com ligações judaicas). Faleceu na Inglaterra em 1908.

Jorge Luis Borges (1899-1986), natural da Argentina, descendia pela sua via paterna de portugueses (o seu bisavô Francisco Borges habitou em Torre de Moncorvo). O escritor John Maxwell Cotzee em "Borges's Dark Mirror", considera que "Borges, mais do que ninguém, renovou a linguagem de ficção e, assim, abriu o caminho para uma geração notável de romancistas hispano-americanos".

Daniel Silva é um escritor de sucesso. Entre as várias obras ligadas à temática da espionagem constam por exemplo A Death in Vienna, ou The Messenger. Nascido em 1960 nos Estados Unidos, é filho de açorianos.

Ema Lazarus foi uma poetisa, descendente de judeus sefaraditas de origem portuguesa que nasceu em Nova Iorque em 1849.

Publicidade

Ficou especialmente conhecida pelo seu soneto "Novo Colosso", que foi redigido em 1883, 4 anos antes de falecer. Em 1912, o "Novo Colosso" foi exposto numa placa de bronze na Estátua da Liberdade.

"Apesar de John Dos Passos ser considerado um dos melhores escritores de sempre, e de haver uma prémio nacional com o seu nome, os seus livros causam pouco interesse e continua a não ser um autor prioritário para as editoras (...)", revelou à RTP, o escritor Tiago Patrício que prepara uma peça sobre este autor. Com origens madeirenses, nasceu em Chicago em 1896 e faleceu em 1970 em Baltimore.

Franc X. Gaspar, nascido em 1946 em Massachusetts,  é mais um americano com raízes nos Açores (os seus avós deixaram a ilha do Pico para rumar aos Estados Unidos na primeira década do século XX). É um escritor famoso nos Estados Unidos e escreve essencialmente poesia. Várias das suas obras já foram premiadas. No entanto, numa das raras incursões por outros géneros literários, em 1999, lançou "Leaving Pico". Esse projeto recebeu vários elogios, inclusive do jornal The New York Times, que afirmou "O romance de Gaspar é um excelente retrato das dificuldades que os emigrantes portugueses passam num novo país, que vai desde a adaptação até à integração completa". #Famosos #Curiosidades