Heitor Lourenço foi confundido com um terrorista no aeroporto de Orly, em Paris. O ator português de 47 anos foi detido pela polícia francesa por suspeitas de #Terrorismo. Esteve retido durante seis horas, até as autoridades francesas perceberem que tudo não passou de um equívoco. A confusão gerou-se quando Heitor Lourenço, budista praticante, esteve a ler algumas passagens religiosas com caracteres tibetanos, que alguns passageiros consideraram serem letras árabes.

Tudo começou quando Heitor Lourenço apanhou um voo da companhia aérea Transavia com destino a Lisboa. Problemas técnicos e falta de combustível atrasaram sucessivamente a viagem.

Publicidade
Publicidade

Enquanto esperava pelo início do voo, o ator, que atualmente pode ser visto no ecrã com a personagem Moisés em "Bem Vindos a Beirais" da RTP, decidiu fazer meditação, lendo alguns trechos de texto que estavam escritos com caracteres tibetanos. A dada altura, o comandante mandou sair todos os passageiros do avião e, ao iniciar a descida, Heitor Lourenço foi surpreendido por dois agentes da polícia francesa, que o levaram pelos braços e o colocaram num carro.

O ator, segundo conta à SIC, perguntou o que se estava a passar, mas ficou sem resposta. Já na esquadra do aeroporto de Orly, ficou a saber que era suspeito de terrorismo. A polícia explicou a Heitor Lourenço que tinha "estado a recitar o Corão em voz alta, que tinha estado a dizer a palavra morte e bomba" e que era "um terrorista com suspeitas de ameaça de bomba".

O ator lembrou-se que tinha estado a fazer meditação.

Publicidade

Os caracteres tibetanos do texto que estava a ler foram confundidos com letras árabes e até o relógio digital do tablet que usa para contar o tempo daquela técnica de relaxamento foi confundido com o relógio de uma bomba. Um passageiro que viajava a seu lado com a mulher, filha e pais, pensou que se tratava de um terrorista e denunciou-o à tripulação.

A polícia francesa investigou então Heitor Lourenço, fazendo uma pesquisa na internet. Além de ter visto vários vídeos em que entrava, as autoridades do aeroporto de Orly consultaram também a página da Wikipédia, onde se pode ler que o ator é budista. A polícia abriu um processo contra o Moisés de "Bem Vindos a Beirais", mas prometeu fechá-lo depois de ter percebido que tudo não passou de apenas um equívoco. #Famosos