À semelhança do que acontece todos os anos, o Woman's Hour anunciou esta quarta-feira, 01 de julho, a lista das mulheres mais influentes globalmente, do Reino Unido. Trata-se de uma lista de 10 mulheres, em que a nomeação é feita por um painel de cinco juradas, que têm em conta as escolhas dos ouvintes. A lista é usualmente divulgada no início de julho pelo programa da rádio inglesa BBC. Este ano o objetivo passou por "identificar um conjunto de mulheres que, excepcionalmente, têm um grande impacto nas nossas vidas, não apenas por causa do seu cargo, mas por causa de sua capacidade pessoal de influenciar os outros. Apresenta mulheres envolvidas em áreas que vão da política e moda ao jornalismo e entretenimento.".

Publicidade
Publicidade

O primeiro lugar é ocupado por Nicola Sturgeon, a única mulher a ocupar o cargo de Primeira-ministra da Escócia. De acordo com uma das juradas, Emma Barnett, a escolha recaiu sobre a influência que exerce sobre o Reino Unido e a União Europeia. O segundo lugar volta-se para o mundo da moda e é entregue à britânica Anna Wintour. A editora-chefe da Vogue norte-americana, desde 1988, influencia o nosso dia-a-dia sem darmos por isso. A atriz Angelina Jolie ocupa o terceiro lugar da lista. "Ela tem sido uma poderosa influência a nível da saúde feminina por ser tão aberta sobre as suas próprias escolhas.", afirma Helena Kennedy, uma das cinco juradas.

Os seguintes lugares foram atribuídos, respetivamente, a Katharine Viner (editora do The Guardian), a Camilla Cavendish (diretora da Unidade Política de Downing Street) e Sia (cantora e compositora).

Publicidade

Já o sétimo lugar é ocupado por alguém que não poderia ter feito parte desta lista em anos anteriores. Trata-se de Caitlyn Jenner, anteriormente conhecida como Bruce Jenner. Segundo umas das juradas, Sarah Vine, "Só pode ser positivo que um público mais amplo possa agora aprender a compreender a sua experiência [de Caitlyn]".

Os restantes lugares são ocupados, respetivamente, por Karen Blackett (CEO da MediaCom), Zanny Minton Beddoes (editora-chefe do The Economist) e Sara Khan (diretora e co-fundadora da Inspire). #Famosos #Curiosidades