Poucos dias depois de Bill Cosby ter admitido ter usado sedativos em encontros sexuais, 35 mulheres, das mais de 40 que acusam o humorista norte-americano de as ter drogado e violado, são o tema da edição desta semana da revista New York. O ator, de 78 anos, nega, no entanto, as acusações de violação. Embora as alegadas vítimas de Bill Cosby sejam mais de 40, apenas 35 tiveram coragem de falar com a publicação norte-americana. A capa da revista tem, assim, uma 36ª cadeira, vazia, para representar as mulheres vítimas de abuso sexual que não conseguiram dar o seu testemunho.

Noreen Malone, diretora-executiva da revista New York, escreveu na publicação desta semana que "a realidade para as mulheres que se dizem vítimas de violação mudou mais nos últimos dois anos do que em todas as décadas desde começou a ganhar mais expressão o movimento feminino".

Publicidade
Publicidade

As 35 alegadas vítimas da estrela do programa The Cosby Show são as protagonistas do artigo da revista, intitulado de "Uma Irmandade Indesejável". Ao longo de 13 páginas os leitores são confrontados com o nome, a história e a fotografia de cada uma destas alegadas vítimas de abuso sexual.

Foi há 15 anos que começaram a surgir os primeiros relatos de abuso sexual por parte de Bill Cosby. Desde então, já surgiram mais de 40 mulheres a acusarem o comediante de as violar e drogar. Embora as primeiras histórias tenham começado em 2000, a justiça norte-americana ainda não formalizou qualquer acusação a Cosby.

Os #EUA não ficaram indiferentes às histórias destas mulheres. Barack Obama, confrontado por um jornalista, considerou que se "dás droga a uma mulher ou a um homem, sem o seu conhecimento, e tens relações sexuais com ele ou ela sem consentimento, então trata-se de uma violação".

Publicidade

De acordo com o The Telegraph, as alegas vítimas de Bill Cosby mantiveram o silêncio durante anos por se sentirem importante face à reputação e fama da estrela de televisão. Todas as histórias têm contornos comuns: as alegadas vítimas dizem que foram drogadas depois de terem bebido vinho e deixaram de conseguir controlar o que se passava nas horas seguintes. Sem forças para lutar ou resistir, acabariam por ser abusadas sexualmente pelo ator, agora com 78 anos. #Famosos #Imprensa