Dário Guerreiro, jovem de apenas 26 anos, conta atualmente com cerca de 38 mil likes na sua página de Facebook e mais de 45 mil subscritores no seu canal de YouTube. Recentemente apareceu no programa destinado a comediantes de stand-up, transmitido no Canal Q, Graças a Deus. Dário é daquelas pessoas que assim que começa a falar instantaneamente desatamos às gargalhadas e nem sabemos bem porquê. Mas que o 'môce' tem graça lá isso tem. Ora, vamos lá conhecer esta peça.

1. Na nota biográfica do teu blogue referes que publicaste o teu primeiro e único livro com apenas 17 anos. Qual a verdadeira importância que o público feminino teve para lançares o livro "Olhares 100 poemas"?

R.

Publicidade
Publicidade

Nenhuma. Apareceu a oportunidade de publicar através da Câmara Municipal de Lagoa e, como gostaram do meu material, avançaram para a publicação. Hoje já não me revejo na maioria daqueles poemas. Tratou-se de uma publicação camarária e que, por isso, não esteve à venda nos locais convencionais. Na minha vida, a única coisa que o público feminino tem impulsionado são ereções e desgostos amorosos.

2. Começaste a publicar vídeos no YouTube em 2006. Alguma vez esperavas ter este impacto?

R. Apesar de ter chegado onde cheguei, não considero que tenha aquele impacto incontornável que outros colegas meus têm. Em 2006 não previa absolutamente nada: nem o que iria fazer profissionalmente nem que os vídeos me iriam levar a algum lado. De tal forma que só em 2010 é que comecei o canal a solo e esse sim, obteve algum reconhecimento.

Publicidade

3. Actualmente dedicas-te somente à tua carreira ligada com os vídeos e espetáculos?

R. Sim. Para já não me dá independência financeira ideal, mas dá-me autonomia necessária para não depender de terceiros. E, ao menos, faço aquilo que gosto, por isso não tenho muita margem para me queixar.

4. Criaste, juntamente com mais 3 amigos, um grupo no YouTube cujo objetivo era, e passo a citar, "representar o cidadão comum, sobretudo o algarvio". Para quem não sabe como é o cidadão algarvio, importas-te de elucidar?

R. O verdadeiro algarvio é um ser castiço, extrovertido e sempre bem-humorado. De resto, em todo o lado há pessoas com estas características e nem todos os algarvios são assim, mas temos que generalizar sempre pela saúde do humor. Usávamos também muito o nonsense, muitas private jokes que só faziam sentido para nós, para nosso gáudio e diversão e é essa diversão que passava (talvez) para quem via.

5. Que outros youtubers merecem o teu selo de aprovação?

R. Quando, em 2010, mergulhei mais a fundo nisto do YouTube estavam em voga alguns youtubers americanos que, na altura, me serviram de referência.

Publicidade

O ShayCarl era um deles. Depois deixei de o acompanhar pelas constantes torturas a que ele submetia a esposa dele. Ele também publica demasiados vídeos para que eu tenha tempo de os ver a todos... Mas olhei (e ainda olho) com olhos de admiração para o NicePeter: o gajo que, com o EpicLloyd, faz as Epic Rap Battles of History.

6. Visto que tiraste um curso de cozinha, qual a tua especialidade?

R. Comer. Infelizmente uso esse argumento só para impressionar miúdas. E resulta até elas descobrirem que o meu gosto por cozinhar se desvaneceu no dia em que tive que fazê-lo forçadamente pela primeira vez. Desenrasco-me bem na cozinha, mas sempre que há quem cozinhe por mim, não mexo uma palha.

7. Sentes-te um embaixador da região algarvia?

R. Sentir-me ou não, não faz de mim embaixador seja do que for. Levo o Algarve comigo para onde vá através do meu sotaque, mas não sei até que ponto represento todo este povo. Não fui eleito formalmente para tal, portanto são tudo rótulos que se dão. Mas admito que tento mostrar ao país que do Algarve não vêm apenas bons gigolôs, maus presidentes da república e excelentes concorrentes de reality shows para gente menos formada.

8. Onde te podemos ver atuar nos próximos tempos?

R. Sempre que posso anunciar as datas, faço-o na minha página do Facebook ou nos vídeos do YouTube. É uma pequena prenda que dou aos mais fiéis.

9. Que humoristas destacas do panorama nacional?

R. Infelizmente em Portugal temos ainda esse entrave: fora do panorama nacional pouco se conhece e, para o público geral, é isso que serve de bitola e referência. Mas há alguns comediantes que, neste momento, me parecem ser os melhores em palco actualmente. Os meus favoritos são o Rui Sinel de Cordes, o Rui Xará, o Hugo Sousa e o Guilherme Fonseca, além dos óbvios Bruno Nogueira e Ricardo Araújo Pereira.

10. Para finalizar, gostarias de deixar uma mensagem à nação portuguesa?

R. Deixo-a todas as terças-feiras no meu canal no YouTube e sempre que me apetece na minha página no Facebook, os quais convido todos a acompanhar. #Entretenimento