É com algum prazer que dou início a uma rubrica que irá pôr à prova alguns dos melhores humoristas que esta terra há-de comer. Trata-se de um questionário ou quiz, dependendo do vosso nível de intelectualidade, que, composto por dez perguntas, tem como objectivo colocar em causa a carreira desses indivíduos. Para primeiro convidado, consegui convencer, a muito custo, Paulo Almeida, esse baluarte do humor negro em Portugal. Estou a brincar.

Paulo Almeida é somente um coleccionador nato de inimigos, tudo porque sabe contar umas piadas de mau gosto, mas em bom. O mesmo refere também que é o melhor executante de órgão Casio SA3 do país e que, neste momento, toca melhor que o Sassetti.

Publicidade
Publicidade

Nunca visitou o Guincho. Sem mais demoras, segue o quiz para que se possam deleitar com este rico problema que acabei de arranjar.

1-Auto-intitulas-te nas redes sociais como Shor Paulo Almeida. Como é a tua relação com as crianças?

Pouca gente sabe, mas eu sou licenciado em Educação. Tenho o curso de Professor de Português/Inglês e também fiz um curso de monitor de ATL, o que significa que, embora não exerça, tenha uma relação muito próxima com as crianças. Muito mesmo. Adoro-as. Adoro crianças. Mesmo muito. A alegria, a vivacidade, o facto de serem tão pequeninas e as podermos esconder em qualquer lado sem que a polícia as descubra. Adoro crianças!

2-Atendendo às tuas feições, e se te dessem a escolher um sítio para viveres, que sítio escolherias: Ucrânia ou Telheiras?

Telheiras, mas meramente por razões sentimentais.

Publicidade

Não gosto muito de me gabar, mas eu e um amigo meu, o Henrique, éramos os campeões do engate de Telheiras. Bons tempos.

3-É sabido que és um utilizador acérrimo de transportes públicos. Neste Verão, imaginemos que te davam a oportunidade de viajares pelo país à borla. Escolherias fazê-lo através da CP ou na bagageira de um Seat Ibiza?

Esta é fácil: bagageira de um Seat Ibiza. Com a quantidade de greves que os funcionários da CP fazem, só terminava a viagem em 2036.

4-Se pudesses escolher um sucesso musical para este período estival, que música escolherias? Não vale escolher os D.A.M.A.

Disseste música, logo nunca iria poder escolher os D.A.M.A. A minha escolha recai obviamente em "Falésia do Amor" dos Santamaria.

5-Existe uma teoria que diz que, para se praticar o humor negro, é necessário que não se goste de pessoas e do Quimbé. Uma vez que és um praticante do humor negro, concordas com esta teoria?

Discordo totalmente. Eu gosto de todas as pessoas independentemente da sua raça, etnia, nacionalidade ou orientação sexual.

Publicidade

Só não gosto é de pretos, ciganos, brasileiros e paneleiros.

6-Elogios como "Desperdício de Sémen" ou "Nojento" estão bem patentes nos perfis sociais que geres. Até agora, qual foi o maior elogio feito à tua pessoa?

Tenho 3 que guardo com muito carinho:

- "Tu metes mais nojo que m***a no chão";

- "És a razão pela qual os preservativos foram inventados";

- "Os teus espectáculos devem servir de disfarce para congressos do PNR";

7-Consideras-te um animal de palco ou uma mera borboleta num espectáculo do Filipe La Féria?

Nem uma coisa, nem outra. Prefiro ser visto como o "Dexter da Linha de Sintra".

8-No universo do #Entretenimento, achas que é mais fácil evitar uma DST ou uma ERC?

Uma DST. Infelizmente as queixas na ERC vão começar a aumentar cada vez mais, porque existe uma nova doença para a qual ainda estamos longe de encontrar uma cura, chamada "c***s de sabão".

9-Queres aproveitar este espaço para finalmente explicares o que é um bukkake, ou preferes esperar que o teu amigo Cláudio Ramos o faça?

O Cláudio Ramos não é meu amigo. Não me dou com pessoas que descobriram o que é um bukkake na primeira pessoa.

10-Por último, o que é para ti o humor?

Uma das coisas que mais gozo me dá na comédia, é poder falar sobre o que me apetece, quando me apetece. Outra das coisas que mais gozo me dá, é saber que no meio do extremismo ideológico em que este mundo se está a tornar, continuam a existir pessoas inteligentes que se estão a c***r para tudo isso e, gostando ou não gostando, sabem o que é uma piada. Há uns tempos tive uma ligeira "altercação" com algumas feministas que não gostaram de umas coisas que eu disse na minha página e o maior gozo que isso me deu foi saber que das centenas de gostos que esses textos tiveram, a maioria foram de mulheres. Mulheres inteligentes e com sentido de humor. E não há maior chapada para uma feminista extremista que descobrir desta maneira que, se quisessem, elas também poderiam ser mulheres inteligentes e com sentido de humor. Isto não se aplica obviamente às que têm mais de 6 gatos e carta de pesados. Há coisas que, quando ultrapassam um certo limite, já não têm como voltar para trás.