Nos VMA, #Taylor Swift foi a rainha da noite e solidificou o seu domínio no mundo da música pop, mas até quando essa liderança vai durar? #Justin Bieber e os #One Direction estiveram durante algum tempo fora da corrida e, por isso mesmo, Taylor Swift aproveitou. Quanto ao lado feminino, Nicki Minaj, Katy Perry e Rihanna parecem não ter capacidade para rivalizar com todo o sucesso repentino da cantora de “Bad Blood”. Em época de premiações e eventos musicais, tentou-se responder à dúvida presente em milhões de pessoas à volta do mundo: quem vai dominar as tabelas de vendas nos próximos meses?

Taylor Swift, desde o início do ano, lançou o seu álbum “1989” e, com o enorme sucesso de “Bad Blood”, conseguiu isolar-se no topo das tabelas de vendas, dominando por completo o mercado.

Publicidade
Publicidade

Aliás, a cantora rapidamente transformou-se na mais bem paga do mundo, conseguindo também bater o recorde com a digressão mais lucrativa de sempre no mundo da música, com “1989”, título que lhe valeu a designação “princesa da pop”, fazendo relembrar o domínio nas décadas de 80 e 90 de Madonna sobre a sua concorrência.

Porém, Justin Bieber regressou com um grande estrondo. Dos artistas supramencionados, o cantor é quem conta com o maior número de seguidores nas redes sociais e esse peso notou-se no sucesso que em apenas poucos dias conseguiu alcançar, apenas com o lançamento de um “single”. Em apenas cinco minutos, o jovem canadiano colocou “What do you mean” no topo do mundo no iTunes, batendo num ápice os sucessos de Taylor e dos One Direction. À imagem do que aconteceu no passado, o domínio do universo pop não é um terreno desconhecido para Justin Bieber, pelo que este é necessariamente, e com o lançamento do seu álbum para setembro, o mais provável rei da música pop nos próximo meses.

Publicidade

A correr por fora estão os One Direction. Numa altura em que as artistas femininas não parecem aproximar-se do nível destes artistas, a banda britânica, que vai fazer uma pausa em março de 2016, está sempre nas primeiras posições das tabelas de vendas, contudo o facto destes irem dar o seu último concerto a 31 de outubro, mesmo lançando o seu novo álbum em novembro, mata um pouco as possibilidades de estes conseguirem ultrapassar tanto Taylor Swift como Justin Bieber.

Numa altura em que Taylor ganha a maior parte dos prémios, é de esperar que isso continue, até que Justin Bieber e os One Direction não lancem efectivamente os seus trabalhos. Mas conseguirá a banda, que não vai apresentar o álbum em concertos, ultrapassar a avalanche chamada Justin Bieber? E como vai ficar Taylor Swift nesta situação? Conseguirá a cantora manter-se no topo por muito tempo? Deixem as vossas opiniões.