Niall Horan fez questão de deixar algo bem assente: ninguém se mete com os “directioners”. Segundo informa o site “Hollywood Life”, na passada quarta-feira, dia 30 de setembro, após o concerto no O2 Arena, o cantor dos #One Direction deparou-se com vários paparazzis a gritarem para algumas fãs que apenas pretendiam tirar umas “selfies” com o seu ídolo. Perante a agressividade dos fotógrafos, Niall afirmou que ninguém tratava assim os seus fãs e confessou que são estes que lhes pagam as contas, não os paparrazzis que fazem de tudo para lhe tirar uma foto.

Aquela que seria uma noitada para festejar o último concerto dos One Direction no O2 Arena, em Londres, acabou por ter alguns momentos desagradáveis, pelo menos para Niall Horan.

Publicidade
Publicidade

O cantor estava a ser fotografado por um grupo de paparazzis nas ruas londrinas, quando meia dúzia de fãs se aproximaram do cantor, ouviram-se gritos dos fotógrafos a pedir para que os fãs saíssem da frente do cantor, pois estariam a estragar as suas fotos, como garante o site “Hollywood Life”.

“Não falem assim com as minhas raparigas. São elas que me pagam as contas, merecem todo o meu carinho. Já vocês não me dão nada e fazem tudo para tirar uma fotografia minha, nem que seja somente a ir para uma discoteca. Quem tem que sair da frente são vocês”, gritou imediatamente Niall Horan, visivelmente irritado, como é perceptível no vídeo que corre nas redes sociais.

Depois do incidente e da noitada com os seus colegas dos One Direction, Niall Horan voltou a demonstrar toda a sua insatisfação com o sucedido, pedindo para que os paparazzis comecem a respeitar mais os artistas e o seu espaço, pois estes de facto nunca lhes deram nada.

Publicidade

Rapidamente, milhares de “directioners” sentiram-se orgulhosos da atitude do seu ídolo e pelo facto de este os ter defendido sem qualquer tipo de receio. Serão estas as atitudes de Niall Horan que fazem com que este seja, para a maioria dos fãs, o favorito, sobretudo porque o irlandês nunca se esquece de quem os levou ao sucesso mundial: os fiéis “directioners”. #Famosos