A cantora Selena Gomez é a protagonista do próximo número da revista semanal norte-americana Billboard. Nas páginas interiores a cantora e atriz fala pela primeira vez da doença que lhe foi diagnosticada há dois anos, lúpus. Esta doença auto-imune, que atinge qualquer órgão do corpo, como o fígado, rins e coração, é incurável e levou a que a jovem de 23 anos se afastasse durante algum tempo dos seus compromissos. Agora a jovem confessa que durante o tempo em que a julgaram a fazer tratamento contra as drogas estava na verdade a fazer sessões de quimioterapia.

Há dois anos, muita tinta correu na imprensa internacional sobre a cantora #Selena Gomez.

Publicidade
Publicidade

Depois de cancelar a sua digressão pela Ásia e pela Austrália, no fim de 2012 e início de 2013, a cantora viu o seu nome associado à dependência de drogas, quando se escreveu que a antiga estrela da Disney estaria numa clínica de reabilitação para tratar o vício. Nessa altura, o seu avô levantou a hipótese de que a jovem estaria a sofrer de uma doença incurável.

Agora, e passados dois anos, a jovem revelou que lhe foi diagnosticado lúpus na ocasião. Mais adianta que, perante as notícias que foram surgindo na altura “apeteceu-me muito dizer que as pessoas que escreviam essas coisas eram umas idiotas (…) mas escolhi afastar-me. Fechei-me em casa, fiz os tratamentos e quando me senti confiante e confortável com o meu corpo, decidi voltar”, cita o jornal Destak na sua edição de hoje, 8 de Outubro.

Publicidade

A jovem adiantou ainda que na altura em que foi conhecido o diagnóstico podia ter sofrido um AVC.

Esta sexta-feira, 9 de Outubro, a cantora irá lançar o seu mais recente álbum que resulta de todas as frustrações pelas quais passou nos últimos tempos, Revival. Entre o mundo artístico há ainda rumores de que a cantora Lady Gaga sofre também da mesma doença.

Depois deste testemunho da cantora os seus fãs é que não ficaram indiferentes e fizeram da hastag #WeAreHereForYouSelena uma das mais utilizadas nos últimos dias, demonstrando assim o seu apoio à jovem. #Casos Médicos