Carlos Costa, que recentemente participou no “#A Quinta”, o reality show da TVI, submeteu-se esta sexta-feira, 20 de Novembro, à Máquina da Verdade. O objectivo era desmentir algumas notícias que o acusam de vender o corpo para manter um nível de vida luxuoso. Contudo, o jovem madeirense, de 23 anos, não conseguiu provar que falou verdade e diz ter saído do programa “A Tarde é Sua”, apresentado por Fátima Lopes, com o rótulo de “mentiroso prostituto”.

Foram as respostas às últimas questões que deixaram Carlos Costa estupefacto perante os resultados registados pela Máquina da Verdade. O jovem disse que não era verdade que tenha participado em encontros ou prestado serviços como acompanhante, nem que tenha recebido dinheiro ou presentes em troca de sexo, mas os resultados do polígrafo revelaram que era mentira.

Publicidade
Publicidade

Assim como se alguma vez se prostituiu.

Se a intenção do jovem cantor era pôr um fim às suspeitas e acabar com as polémicas sobre a sua vida, depois daquele momento não conseguiu pôr tudo em pratos limpos. Na sua página no Facebook o madeirense garante que foi “apanhado de surpresa” pelo resultado da Máquina da Verdade. “Só um maluco iria aceitar correr um risco destes para ser chamado de mentiroso prostituto”, escreveu, adiantando que “ainda assim, foi com esse rótulo que saí daquele estúdio”.

Carlos Costa reafirma que falou a verdade e volta a desmentir que tenha alguma vez recebido dinheiro com o seu corpo para além das actividades como modelo, bailarino, actor e cantor. E tenta minimizar os resultados do polígrafo: “Se fosse assim tão fidedigna seria pioneira em julgamentos judiciais”.

Publicidade

Na sua opinião, “a controvérsia não seria a mesma se tudo isto fosse linear e ‘certinho’”, afirma.

No que diz respeito à sua “vida pessoal e de luxo (ou não), o jovem, que se tornou conhecido em 2009 como finalista do programa “Ídolos”, diz que “existem coisas” que não tem de justificar a ninguém, uma vez que são da sua vida privada. E conclui, deixando um aviso a quem “inventou estas calúnias”, frisando que irão “pagar pelos seus actos”. Por ele dá por encerrado aquele “assunto infeliz e sem qualquer pingo de verdade”.

Veja o vídeo:

  #Televisão