A antiga modelo Marta Cruz emocionou-se ao revelar aos seus colegas de #A Quinta, o “reality-show” da TVI em que participa, momentos da sua vida. Na madrugada deste domingo, 8 de Novembro, os residentes reuniram-se à volta do fogo para partilharem o que lhes ia na alma. A filha do apresentador de #Televisão Carlos Cruz, detido no âmbito do processo Casa Pia, relacionado com pedofilia, revelou ter vivido “momentos muito complicados” na sua vida e agradeceu a Deus o facto de ter ficado grávida. Disse acreditar que o nascimento da sua primeira filha foi a sua salvação, uma vez que surgiu no “momento certo”.

Há 36 dias fechada n’A Quinta da Venda do Pinheiro, onde tem sido protagonista de alguns episódios de aproximação ao jogador de futebol Gonçalo Quinaz, Marta Cruz mostrou que as saudades já são grandes e recordou grandes momentos da vida, mostrando o amor por todos aqueles que ama, como as filhas, pai, mãe e irmãos.

Publicidade
Publicidade

À volta do fogo e com a voz embargada de emoção, Marta Cruz, de 31 anos, começou por abordar a prisão do seu pai, que sempre viu como um super-herói. A partir daquele dia 1 de Fevereiro de 2003 toda a sua vida começou a cair. Diz que se entregou ao álcool, tendo tido “grandes problemas”. “Não conseguia trabalhar, não conseguia fazer nada”, frisou, referindo que a “injustiça” fez com que vivesse “momentos muito baixos”. “Momentos em que eu pensei, sinceramente, que a morte estava perto”, realçou.

Foi então que resolveu ir viver para o Brasil, para junto da sua mãe, Marluce. E onde acabaria por ficar grávida do dançarino brasileiro Alexandre Gondim. Uma gravidez “não planeada”, que lhe trouxe a filha Yasmin, actualmente com 9 anos. “Acredito que a Yasmin tenha sido a minha salvação para estar aqui hoje”, disse aos colegas, revelando que “quando soube que estava grávida parei de beber e tudo o que fazia”, acrescentando que o nascimento da criança fez com que olhasse "a vida de outra forma" e trouxe esperança à família.

Publicidade

Agradeço a Deus por me ter dado a minha filha e no momento mais certo”, afirmou.

Marta Cruz revelou igualmente que a segunda filha, Kyara, de 3 anos, também foi fruto de uma gravidez não planeada. A criança é filha do jogador de futebol de praia Madjer, de quem chegou a estar noiva.

Para Marta Cruz, o processo judicial que empurrou o seu pai para a prisão traduz-se em “13 anos de luta constante”; no entanto, “graças a Deus tive a oportunidade de ser mãe”. “Treze anos de luta e não conseguir chegar a lado nenhum é frustrante”, disse, antes de ser aplaudida e abraçada pelos colegas que ouviram o seu relato. #Famosos