#Justin Bieber e #Selena Gomez não estão novamente juntos. Segundo avança o site “Hollywood Life”, ao contrário do que milhões de fãs esperavam, depois do canadiano ter partilhado no seu “Instagram” uma fotografia do casal “Jelena”, ambos os artistas continuam somente amigos e Justin Bieber apenas publicou a fotografia com a sua ex-namorada como recordação. Na legenda, o cantor canadiano fez questão de desmentir todos os rumores lançados pela imprensa e os fãs, que tornaram o assunto viral durante várias horas, com a mensagem: “Apenas uma recordação, tenham calma”.

Depois de terem saído várias vezes nas últimas semanas e de Justin Bieber ter feito várias serenatas públicas à sua amada, o jovem casal não conseguiu resolver todos os seus problemas, continuando apenas bons amigos.

Publicidade
Publicidade

Provavelmente sentindo a falta de Selena Gomez, o cantor resolveu partilhar nas suas redes sociais um momento onde ambos estão sentados num veículo.

Como esta foi a primeira vez, depois de se terem separado, que Justin Bieber partilhou uma fotografi ao lado da sua ex-namorada, milhões de “beliebers”, tal como informa o site “Hollywood Life”, garantiram que o casal “Jelena” tinha finalmente voltado. Porém o artista fez questão de eliminar o entusiasmo, acrescentando uma legenda à fotografia em questão, que eliminou todas as dúvidas. Ainda assim, o assunto foi viral durante muitas horas nesta quarta-feira, dia 2 de dezembro, e até terá apanhado na rede o famoso cantor Drake, que também ficou desiludido quando soube que o seu amigo Justin Bieber apenas publicou a fotografia como recordação, sem qualquer significado actual.

Publicidade

Na verdade, depois dos #Famosos jantares em Los Angeles com Justin Bieber, Selena Gomez tem sido associada a várias celebridades, como é o caso de Niall Horan, cantor dos One Direction e um jogador profissional de futebol-americano. O facto de Selena ter continuado com a sua vida pessoal depois dos vários encontros com Justin, terá mesmo levado a que o cantor tivesse um desgosto tão grande, que foi obrigado a cancelar na semana passada vários compromissos profissionais à última da hora por “motivos pessoais”.