O ator português José Boavida faleceu esta terça-feira, 26 de janeiro, por volta das 00h30, no Hospital Amadora-Sintra. O ator, uma das estrelas da série da RTP "Bem-vindos a Beirais", esteve duas semanas internado nos cuidados intensivos, em coma, por ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória. José Boavida regressava a casa, após ter jantado com amigos, quando perdeu os sentidos, tendo caído inanimado no chão. Foi socorrido por pessoas que o avistaram e chamaram o INEM, tendo sido levado apenas uma hora depois.

Desde que chegou ao hospital, José esteve nos cuidados intensivos, em coma induzido. A notícia acerca da sua morte tornou-se pública esta terça-feira, após o seu agente, Paulo Araújo, ter confirmado a notícia ao Correio da Manhã.

Publicidade
Publicidade

Mariana Boavida, filha do ator de 24 anos, ficou revoltada com a morte do pai e acusou o INEM de negligência, pela demora no socorro. Mariana afirmou ao Correio da Manhã: “Os médicos disseram que o meu pai esteve muito tempo em paragem cardiorrespiratória e que o INEM demorou muito tempo após ter sido chamado. Foram efetuadas cerca de 3 chamadas para o INEM, a primeira às 23h45, e o meu pai só chegou ao hospital cerca de 1 hora depois”.

Desiludida, triste e revoltada com esta situação, Mariana escreveu, no Facebook oficial do seu pai, uma “carta” em homenagem, citando: "É de coração partido em mil e um pedaços que escrevo este texto, mas faço-o pelo meu velho lobo-do-mar, pelo meu grande amor. O meu pai era um homem da cultura, um homem que respirava arte, um homem com ideais certos e bem definidos.

Publicidade

Não era só ator e encenador, era também escritor e criador.” Ao longo da homenagem, Mariana elogiou o pai, tentando mostrar que ele era um grande ser humano e acima de tudo um grande pai, “Que privilégio. Que o meu pai saiba sempre o quanto foi amado por mim e por quem o quer bem.”

Já quase a terminar, Mariana apelou a todos os amigos e colegas de profissão de José que “o tenham como exemplo, que vivam a vida de forma pura e genuína, que continuem a lutar, a criar. Que deseja que ao pai nunca lhe faltem “aplausos, sorrisos, gargalhadas”, e por fim, que “nunca seja esquecido.”

Além destas palavras marcantes, Mariana publicou uma música perfeita para dedicar ao falecido pai, nesta ocasião: "Hasta Siempre, Comandante Che Guevara", de Buena Vista Social Club. Todos os seus amigos e familiares têm prestado homenagem publicando fotos e textos dirigidos para José Boavida. Segundo publicou a família, também no facebook oficial do ator, irão ser realizadas duas cerimónias, ambas em Lisboa: na sexta feira a partir das 17h00, na Basílica da Estrela; e no sábado, pelas 14h00 no Cemitério dos Olivais.  #Famosos