Prison Break, um dos maiores sucessos da indústria de produção de #Séries norte-americana, transmitida pela FOX e com estreia a remeter para 2005, tem lugar garantido nos ecrãs de todo o mundo. A série de ação criada por Paul Scheuring foi constituída por 4 temporadas e um filme a selar o final da mesma em 2009. O elenco que levou ao enorme sucesso de Prison Break conta com nomes como Wentworth Miller, Dominic Purcell, Amaury Nolasco, Sarah Wayne Callies e Robert Knepper.

O enredo gira à volta dos irmãos Scofield, Michael (Wentworth Miller) e Lincoln Burrows (Dominic Purcell), que recebeu o apelido do pai, ao contrário de Michael, que recebeu o da mãe.

Publicidade
Publicidade

Os irmãos são criados no mesmo lar, mas seguem caminhos distintos, Michael enveredando pela engenharia de estruturas e sendo conhecido como um génio, e Lincoln a seguir o caminho do crime, acabando por ir parar à Penitenciária de Fox River, no Estado do Illinois, como condenado à morte pelo alegado homicídio do irmão da Vice-Presidente dos Estados Unidos da América. Michael tatua no corpo o mapa de Fox River e orquestra nas suas tatuagens um plano para salvar o irmão e fugirem juntos da penitenciária, o que vai levar o espectador a uma aventura sem fim.

Prison Break será novamente composta pelo elenco original, mas alterará o formato inicial para o de uma “event serie”, tipicamente conhecida como mini-série, o que significa que terá duração limitada ou mesmo curta. O modelo de "event series" começou a ser explorado pela cadeia televisiva norte-americana FOX já no início do ano com a preparação do lançamento de mais um dos seus sucessos, "The X-Files", que já remonta ao início da década de 90, mais precisamente 1993, e que contou com a participação no seu elenco de Gillian Anderson e David Duchovny, exibindo seis episódios a estrear em Portugal no dia 24 do corrente mês, apenas dois dias depois da estreia inicial nos EUA.

Publicidade

A série protagonizada por Wentworth Miller e Dominic Purcell foi extremamente bem recebida pelo público na sua temporada inaugural, sendo primeiramente exibida em Portugal pela RTP1 semanalmente, nas tardes de domingo. Todavia, o fulgor inicial de Prison Break acabou por se deixar esmorecer e foi perdendo espectadores e o acolhimento positivo da crítica internacional. Apesar da aparente queda da série, acabou por ser uma das séries que alavancaram o fenómeno do "binge watching", isto é, fazer maratonas de séries vendo grande parte dos seus episódios num só dia, conseguindo deste modo o alcance do público mais jovem, também muito por obra da sua presença no Netflix em diversos serviços "streaming on-line". Para concretizar o que foi escrito supra, no ano de 2012 Prison Break foi mesmo a série mais vista em "binge watch".

Levando-se em conta o que foi observado e assegurado pela Fox em anúncio da passada sexta-feira, a propósito do encontro da Television Critics Association, tornou-se finalmente oficial o regresso aos ecrãs do mundo inteiro do sucesso Prison Break, surgindo com dez novos episódios, com Wentworth Miller e Dominic Purcell lado a lado com o autor Paul Scheuring.

Publicidade

#Entretenimento #Televisão