Meadow Walker, filha do falecido actor Paul Walker, vai receber uma indemnização no valor de 10,1 milhões de dólares, o que equivale a cerca de 9 milhões de euros. Os tribunais tomaram esta decisão em 2014, no entanto, apenas ontem, sexta-feira, a notícia foi tornada pública pelo site TMZ.

Este dinheiro é do seguro de Roger Rodas, o dono e condutor do Porsche Carrera GT onde seguiam Roger e o Paul quando perderam o controlo do carro e acabaram por morrer, no dia 30 Novembro de 2013, a caminho de um evento de caridade. A perícia realizada ao veículo comprovou que Roger Rodas guiava o carro, na altura do #Acidente, a uma velocidade de 129 a 150 quilómetros por hora, e por isso chocou contra árvores e um poste em Santa Clarita, a noroeste de Los Angeles.

Publicidade
Publicidade

A quantia faz parte da herança deixada aos herdeiros de Roger Rodas e ficou acordada entre a equipa legal que representa a família de Paul Walker e os herdeiros de Rodas.

Apesar de o seguro de Roger Rodas pagar esta quantia elevada à filha de Paul Walker, o advogado da menina, Jeff Milam, não ficou satisfeito e declarou à revista People que "a quantidade paga pelo seguro de Roger Rodas ao fundo em nome de Meadow Walker cobre apenas uma fracção daquilo que o seu pai poderia vir a ganhar como estrela internacional de cinema, caso a sua vida não tivesse sido tragicamente tão curta". 

Os advogados da filha de Paul Walker declararam que não ficaram satisfeitos com este valor porque o seguro do condutor, Roger Rodas, não assumiu total responsabilidade pelo acidente. O processo que decorre contra a Porsche AG quer também responsabilizar a empresa pela fabricação de um veículo defeituoso que foi responsável pela morte de Paul Walker.

Publicidade

Este pagamento de indemnização aconteceu depois da viúva de Paul, Kristine, ter perdido o processo em que acusava a Porsche de quatro falhas de segurança do automóvel. Não obstante, os familiares do actor que fez parte da saga "Fast and Furious" e o conjunto de advogados já garantiram que "vão continuar a lutar para comprovar a culpabilidade da Porsche", avançou o site do JN. #Famosos #EUA