A revista TV Guia desta semana traz um artigo sobre a mãe de um dos concorrentes que se encontram neste momento no #Reality Show "#Casa dos Segredos". A mãe do inquilino Cláudio Alegre, que está a viver na casa mais vigiada do paísrevelou à publicação semanal alguns pormenores da sua vida privada. Paula Rosário tem 48 anos, é empregada doméstica de profissão e contou à TV Guia que em Quarteira, a cidade onde vive, já lhe chamaram homossexual, tal como ao seu filho Cláudio.

A progenitora do concorrente do formato da estação de Queluz de Baixo divorciou-se há 10 anos do pai de Cláudio e desde essa altura nunca mais teve outro homem digno de estar ao seu lado.

Publicidade
Publicidade

Rumores negados 

O rumor de que seria homossexual surgiu já depois do divórcio, quando um homem com quem falava a convidou para jantar e ela recusou o convite. Apesar de ter uma aparência masculina por ter cabelo curto, vestir sempre calças e ser muito extrovertida, a mãe do inquilino da sexta temporada do "Secret Story" da TVI nega ser homossexual.

Dizendo ser a "alma gémea" do seu filho, garantiu que tanto ela como ele - que tem a namorada Cristiana no mesmo programa onde estão a viver vigiados por câmaras de #Televisãonão gostam de pessoas do mesmo sexo.

Segredo revelado

Cláudio Alegre e Cristiana viram o seu segredo "Somos um casal" ser revelado pelo concorrente Paulo, que entretanto já foi expulso do programa por decisão dos portugueses. Paulo adivinhou o segredo do casal do Algarve no mesmo domingo em que foi expulso do reality show.

Publicidade

Última gala

Paula Rosário revelou também à revista que terá ficado um pouco triste e indignada com a apresentadora de televisão Teresa Guilherme na gala do último domingo. Apesar de a veterana apresentadora ter falado com ela e lhe ter feito um pedido desculpas no final da gala por não saber que ela estaria ali naquele domingo, a mãe de Cláudio Alegre sentiu-se nervosa por o filho não ter chegado a saber que ela tinha estado presente na gala em que ele estava nomeado e em risco de ser expulso.

Depois de ter feito uma viagem de alguns quilómetros entre Quarteira e a Venda do Pinheiro por saber que o filho estava a precisar dela sentiu-se um pouco injustiçada.