Depois do último grande sucesso do disco "Duetos", que foi dupla platina no mundo discográfico, e de uma pausa de três anos, #Paulo Gonzo lança esta sexta-feira, 24 de Março, o seu novo disco "Diz-me". "#Sem Ti" e "#Amor Maior" são os singles chave que vêm abrir e conquistar o coração dos portugueses. A versão, a voz e piano, de "Sem Ti" contou com a participação especial de Jorge Palma, que assinou a letra do novo tema.

Publicidade

Já na companhia do amigo Rui Reininho, Paulo Gonzo recupera um single já escrito e gravado em Bruxelas.

Publicidade

"Amor Maior" faz parte do genérico da novela com o mesmo nome, transmitida todas as noites pela SIC e que está a ser um dos maiores sucessos televisivos das novelas portuguesas. O novo disco, incluindo todos os singles, pode ser ouvido nas plataformas Spotify, MEO Music, iTunes, MUSIC, Deezer e TIDAL.

Foi com o álbum "Dei-te Quase Tudo" que, em 1997, Paulo Gonzo alcançou o maior sucesso até hoje, obtendo a sêxtupla platina, e ficou conhecido como um dos melhores músicos em Portugal. O disco incluía o single "Jardins Proibidos", cantado em parceria com o cantor Olavo Bilac (Santos e Pecadores).

Paulo Gonzo começou a cantar e tocar em bares e clubes locais em 1975, e foi o cantor e compositor da Go Graal Blues Band. O seu primeiro álbum, intitulado "Go Graal Blues Band" e o single "Outside" foram o ponto de partida para uma longa e bem sucedida carreira musical.

Em 2012, Paulo Gonzo festejou 35 anos de carreira com dois concertos completamente esgotados nos Coliseus do Porto e de Lisboa, onde contou com a participação de convidados e amigos especiais como Jorge Palma, Rui Reininho, Lúcia Moniz, Zé Pedro e Tito Paris..

Publicidade

Já em 2013, foi lançada a edição especial de "Só Gestos", que incluiu o single "Vencer Ao Amor", um dueto com a conhecida cantora espanhola India Martínez, na versão em português e castelhano.

Paulo Gonzo é um artista português que já vendeu meio milhão de cópias e consegue atrair tanto o público feminino como o masculino, fazendo sucesso entre várias gerações. Muitos portugueses já nasceram com o contributo das suas músicas e outros tantos já se reconciliaram ao som dos seus êxitos musicais.