Alerta: Este texto pode conter spoilers das temporadas anteriores. Famosa pelos seus assuntos polémicos, que vão desde as condições de vida medíocres do Quénia até à transexualidade, #sense8 marcou definitivamente a nova geração de #Séries, por tratar de assuntos tão importantes e tão pouco falados na televisão. Quando apareceu, em 2015, a série foi um sucesso na Netflix e rapidamente foi renovada para uma segunda temporada.

No entanto, segundo o ator Brian J. Smith, que interpretava o Will Gorski na série, "tudo gira à volta dos números" e a série foi então cancelada devido às baixas audiências da segunda temporada, assim como ao alto custo, que podia chegar aos 9 milhões de dólares por episódio.

Publicidade
Publicidade

Os fãs revoltam-se

Em junho deste ano os fãs organizaram uma petição no site Change, que atigiu mais de 520 mil assinantes. Face a esta campanha, no dia 9 de junho a Netflix anunciou na sua página oficial do Facebook que nada poderia fazer para voltar a emitir a série.

Quase um mês após esse anúncio, uma notícia veio aliviar os fãs. No dia 29 de Junho, uma carta da argumentista, produtora e realizadora da série, Lana Wachowski, anuncia algo emocionante. "Querida família Sense 8", assim começa a carta de Lana. "Eu tenho desejado escrever esta carta há muito tempo", diz a criadora, admitindo estar muito afetada com o cancelamento da série. Foi um choque brutal, como ela indica: "Eu nunca trabalhei tanto na minha vida, ou nunca pus tanto de mim num projeto e o seu cancelamento originou um vazio dentro de mim".

Ao longo de toda a carta, Lana revela o sofrimento que foi ver o desapontamento dos seus colegas, mas, sobretudo, o que mais lhe custou foi o sofrimento dos fãs, que foram os melhores que encontrou durante toda a sua carreira de artista.

Publicidade

Como não associar Lana ao famoso filme Matrix? Isto devastou completamente a criadora, pois ela percebeu o quanto está série estava a marcar a velha e a nova geração de espetadores.

"Neste mundo é fácil acreditar que não conseguimos fazer a diferença; quando o governo ou uma empresa toma uma decisão, há algo irrevogável sobre ela; que o amor é sempre inferior ao resultado final".

Lana fala de uma realidade nua e crua; nas decisões corporativas o que importa sempre são os números e o amor pelas coisas é deixado de lado.

"Inesperadamente, o vosso amor trouxe Sense8 de volta a vida". A notícia que todos esperavam: Um episódio final de duas horas voltará para concluir esta grande série e estará disponível em 2018.

"Acreditem em mim, [a Netflix], ama esta série tanto como nós, mas os números sempre foram um desafio".

Mais uma vez, Lana volta à pura realidade: Por melhor e mais importante que uma a série seja, tudo gira a volta de números: "Obrigado a todos. Agora, vamos descobrir o que acontece ao Wolfgang".

Agora só nos resta esperar por 2018 para saber o que acontecerá aos maravilhosos personagens de Sense8.

Publicidade

Será que irão derrotar o Whispers? E o nosso querido Wolfgang, irá sobreviver? A resposta fica no ar até ao ano que vem. #Redes Sociais