Um trágico acidente tirou a vida a uma mulher de 34 anos no dia do terceiro aniversário da sua filha. Uma data que ficará na memória pelas piores razões. A mulher ia sozinha de carro ao infantário buscar a criança mas a viagem foi interrompida. O despiste do automóvel fez com que este tivesse chocado violentamente contra uma parede.

Publicidade
Publicidade

A vítima ficou encarcerada, foi socorrida e transportada ao hospital mas não resistiu aos ferimentos.

Nesta quinta-feira, 17 de Novembro, Carla Alexandra Pereira Leal, residente em Fiães, no concelho de Santa Maria da Feira, estava a viver um dia feliz ao preparar as celebrações do terceiro aniversário da sua filha. Antes de sair de casa para se deslocar ao infantário para ir buscar a criança, Carla Leal anunciou, através de uma publicação no seu perfil na rede social Facebook, que era um dia de festa para a sua “estrela”.

Vítima ficou encarcerada no interior do automóvel após choque contra um muro
Vítima ficou encarcerada no interior do automóvel após choque contra um muro

“Três aninhos de muita alegria”, escreveu a mãe “babada” terminando com um “amo-te, minha princesa linda”. Uma mensagem que, poucas horas depois, tornou-se num momento emotivo para familiares, amigos e não só, que responderam com mensagens de condolências no mesmo perfil.

Durante a viagem com destino ao infantário, Carla Alexandra perdeu o controlo do automóvel que conduzia, tendo o veículo embatido violentamente contra um muro de uma habitação.

Publicidade

Quando os Bombeiros da corporação de Lourosa chegou ao local deparou-se com a vítima encarcerada no interior do automóvel. Solicitaram o auxílio da equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) afecta ao Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (Hospital de São Sebastião, de Santa Maria da Feira). Os socorristas retiraram a mulher do interior do veículo, e após a terem estabilizado transportaram-na para a unidade hospitalar, num estado considerado grave.

Contudo, devido aos ferimentos, Carla Alexandra Leal acabou por não resistir e morreu.

Para além da filha de três anos, a mulher, casada e numa situação de desemprego, era mãe de um outro menino de 11 anos de idade. Quanto ao fatídico acidente, as causas e as circunstâncias em que o mesmo ocorreu estão a ser investigadas pelas autoridades. Sabe-se apenas que existem marcas de travagem ao longo de 30 metros antes do embate contra o muro de uma habitação em Alderiz, freguesia de Argoncilhe.

Publicidade

Leia tudo