Um homem de 29 anos de idade morreu ao final da tarde desta sexta-feira, 26 de Janeiro, ao ficar esmagado contra uma bancada. O trágico acidente ocorreu numa unidade fabril de equipamentos em inox para a indústria alimentar e láctea. A vítima, que trabalhava na empresa há cerca de seis meses era casado e aguardava para ser pai pela primeira vez. Perante o sucedido, a mulher, grávida de cinco meses, e os colegas de trabalho tiveram de receber apoio psicológico.

O trabalhador estava a terminar um dia de trabalho numa conhecida unidade fabril multinacional, em Algeriz, no concelho de Vale de Cambra. Eram cerca das 18 horas desta sexta-feira, 26 de Janeiro quando o alerta soou na central do Comando Distrital de Operações de Socorro de Aveiro da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

Uma cinta que sustentava um reservatório rebentou e este tombou, colhendo o operário, trilhando-o contra uma bancada.

Quando os Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra chegaram ao local depararam-se com a vítima sem sinais vitais de vida. O socorro ainda foi auxiliado pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), afecta ao Centro Hospitalar Baixo Vouga, de Aveiro, mas nada foi possível fazer. O óbito acabaria por ser declarado pelo médico da VMER por cerca das 19 horas, tendo o cadáver sido removido para o respectivo Gabinete Médico-Forense, onde deverá ser realizada autópsia.

Os colegas de trabalho ficaram em estado de choque, pelo que foi accionada para o local uma equipa de psicólogos para prestar apoio. Também a mulher da vítima, natural de Castelo de Paiva, teve de receber acompanhamento psicológico ao ser informada da morte do marido.

Vídeos destacados del día

O casal preparava-se para receber o seu primeiro filho. No local do Acidente esteve, também, o presidente da Câmara Municipal de Vale de Cambra. José Pinheiro disse que se deslocou à unidade industrial na qualidade de primeiro responsável da Protecção Civil do concelho e para disponibilizar o apoio necessário por parte da autarquia. Por sua vez, tratando-se de um acidente de trabalho, o mesmo encontra-se a ser investigado pelas autoridades competentes.

De referir que há precisamente uma semana (dia 19) um outro homem sofreu ferimentos considerados graves também na sequência de um acidente de trabalho ocorrido, igualmente, numa unidade industrial no mesmo concelho de Vale de Cambra. A vítima estaria a operar uma empilhadora, quando uma placa metálica se caiu em cima. Foi transportado para o hospital com lesões essencialmente internas, segundo informou, na ocasião, fonte dos Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra.