No próximo mês de outubro, um grupo de alunos do CoderDojo de Esposende estará em Bruxelas para falar do seu projeto aos deputados europeus. Trata-se de uma sessão no Parlamento Europeu para os Dojos de todo o mundo, sendo que a representar Portugal estará apenas o de Esposende.

O encontro estará integrado na EU Code Week (Semana do Código da UE), um conjunto de iniciativas destinadas a promover o conhecimento das técnicas de código e da programação informática em toda a União Europeia.

No ano passado, cerca de 150 mil pessoas participaram em 4200 eventos associados, em 36 países na Europa e fora dela. A EU Code Week vai para a sua terceira edição.

Numa sessão com eurodeputados e também alguns convidados especiais, os jovens irão falar na primeira pessoa e expor diretamente os seus trabalhos.

Alguns eurodeputados serão inclusivamente convidados a aprender a criar as suas primeiras linhas de código, sob orientação dos jovens. O CoderDojo Esposende assinalou no passado mês de junho o seu primeiro aniversário.

Projeto 'Visite Esposende desde o olhar de uma criança'

Adicionalmente, o CoderDojo Esposende encontra-se a promover outros projetos. Os alunos irão brevemente apresentar o trabalho “Visite Esposende desde o olhar de uma criança”. Esta iniciativa consiste numa página web, cujo conteúdo será inteiramente escolhido por crianças e jovens entre os 7 e os 17 anos, que são as idades dos alunos que frequentam os cursos.

É um projeto inovador no concelho e em Portugal que vai permitir, pela primeira vez, ver turismo do ponto de vista das crianças e dos jovens, e não do dos adultos.

Os melhores vídeos do dia

A página web terá fotografias tiradas pelas crianças e jovens de Esposende, e os textos serão elaborados por eles mesmos, cabendo aos professores um papel de assistência e revisão. A página será colocada online e divulgada junto dos agentes de turismo nacionais e internacionais.

Distinções para o CoderDojo Esposende

O CoderDojo abriu em Esposende em julho de 2017, através da Associação de Cidadãos de Esposende, e em apenas um ano recebeu já várias distinções. Recentemente, um dos seus professores, Mário Ferreira, recebeu o reconhecimento de Giustina Mizzoni, diretora executiva da Fundação CoderDojo, como “mentor exemplo”. Apenas quatro pessoas em todo o mundo foram galardoadas com este reconhecimento.

Para Maria Araújo, presidente da Associação de Cidadãos de Esposende, estes reconhecimentos, bem como a ida ao Parlamento Europeu, são fruto do "excelente trabalho" realizado e motivam toda a equipa a prosseguir com o projeto.

A Fundação CoderDojo

Criada em 2013, a Fundação CoderDojo é um movimento internacional, grátis e promovido por voluntários, tendente à criação de clubes de programação informática destinados a crianças e jovens.

Nestes clubes, os participantes podem aprender a criar um website, uma aplicação para smartphone ou um jogo, e dominar as técnicas de criação de código informático. A fundação acredita que um maior conhecimento das tecnologias de programação informática será essencial para criar cidadãos mais esclarecidos e independentes para o futuro.