Na floresta dePodubravlje, na Bósnia-Herzegovina, o arqueólogo Semir Osmanagic, que é também apelidado de Indiana Jones Bósnio, encontrouuma enorme rocha esférica. Não é a primeira vez que os arqueólogos sedeparam com estes estranhos fenómenos. Na Europa já tinham sido encontradas em novembro de 2015, em Espanha, e já este ano, em fevereiro, no Vietname. Contudo, a rocha da Bósnia é mais alta e pesada do que todas as outras. Tem umpeso que ronda as30 toneladas e um diâmetro de entre 1,2 e 1,5 metros.

É uma descoberta sensacional eintrigante.

Segundo o site e-global, "de acordo com o investigadorbósnio SemirOsmanagich, no passado esta região estava repleta de esferas, mas muitas teriam sido destruídas na década de 70 porcausade rumoresde que haveria ouro escondidono seu interior".

Como explicar a origem destas rochas?

Não existe para já uma resposta consensual.Muitos cientistas acreditam que essas estranhas rochas chegamdo Espaço.

Um cientista da Universidade de Manchester (Reino Unido) acredita que a esfera é resultado de uma formação natural.

Os especialistas da Sociedade Geológica da França indicam que esse resultado poderia vir de uma erosão de pedras grandes, que teve como resultado a formação de uma rocha esférica.

Contudo, existem também defensores dequea rocha tem origem humana, entre os quais o presidente da Associação Europeia de Arqueólogos, Anthony Harding e Semir Osmanagic, o próprio arqueólogo que descobriu a rocha na Bósnia. No caso de ter sidoesculpida por seres humanos, é a bola mais maciça deste tipo feita pela mão do homem.Alguns cientistas não colocam de parte a hipótese desta rocha ser obra de civilização extraterrestre.

Quem é Semir Osmanagic?

O arqueólogo que foi responsável pela descoberta já referida tornou-se uma figura conhecida ao revelar em 2005 que existiam pirâmides na Bósnia. Estariam escondidas pela vegetação na cidade de Visoko. Na altura afirmou que existiam cinco pirâmides: a Pirâmide do Dragão, a Pirâmide do Sol, a Pirâmide da Lua, a Pirâmide da Terra ea Pirâmide do Amor.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo