A aldeia de Cortes (distrito de Coimbra, concelho de Góis, freguesia de Alvares) apresenta algumas lendas curiosas. De acordo com Samuel Mateus, no livro "Memórias do Antigamente - Monografia das Cortes", uma delas está relacionada com a escultura de São João Baptista (datada do século XIV). Uma História que se diz que contribui para que São João Baptista seja o padroeiro daquele lugar. Saiba mais sobre esta história.

A escultura terá sido encontrada perto do rio Unhais, no pinhal que envolve as Cortes.

Publicidade
Publicidade

Esta inesperada aparição foi vista como um sinal superior enviado pelo próprio santo. Assim sendo, o povo passou a admirar a escultura. Segundo a lenda, a imagem desapareceu a um certo momento (sem datas conhecidas). A população andava tensa, pensando que tinha cometido algum erro que São João Baptista não tinha gostado e que por isso o santo deixara de proteger a aldeia. Porém, a imagem voltou a aparecer... no mesmo local onde foi descoberta, e sem qualquer dano!

A imagem de São João Batista Igreja das Cortes
A imagem de São João Batista Igreja das Cortes

A imagem foi depois deixada na capela, onde ainda hoje se encontra. 

Este santo tem de fato uma importância na vida da aldeia. Os seus habitantes dedicaram-lhe um hino em 1940 (que atualmente ainda pode ser cantado na missa local).

Todos os anos celebra-se a festa em seu nome, normalmente no final de agosto. Nessa altura decorre também na aldeia a procissão em honra de São João Baptista. As imagens (onde se inclui obviamente a do santo) são transportadas em andor por 4 homens.

Publicidade

Noutros tempos, dado o elevado peso da imagem de São João Baptista, eram necessárias 6 pessoas. De forma a não continuar a colocar em causa a integridade da imagem original, comprou-se uma mais leve e menos dispendiosa.  

Quem foi João Baptista?

João Baptista, profeta, filho do sacerdote Zacarias e Maria (prima de...Maria, mãe de Jesus), nasceu em Judá, no ano 2 e terá falecido no ano 30 d.c. Perdeu o pai cedo e como tal tratou da sua mãe. Começou por ser pregador, em pleno reinado do imperador Tibério, recrutando vários discípulos na Judeia.

 De acordo com o site Educação UOL, "o apelido de Baptista veio do costume de batizar com água no rio Jordão". Jesus também foi batizado por ele. 

 A sua vida é conhecida através do Antigo Testamento e dos Evangelistas. 

Leia tudo e assista ao vídeo