Anúncio
Anúncio

Vítima de um cancro pulmonar que enfrentava há já algum tempo, o cantor Joe Cocker deixou-nos hoje, após quarenta anos de carreira, marcados por músicas imortalizadas, que atravessam gerações e permanecem hoje com tanta força como quando foram lançadas. Uma notícia trágica que foi já confirmada pelo agente do malogrado cantor e compositor britânico e avançada pela editora Sony, da qual o cantor era artista cativo há vários anos.

O sucesso internacional começou em 1964, quando Cocker surgiu como um cantor de blues e rock, assumindo-se como único e irreverente.

O seu timbre rouco e postura singular fizeram com que este fenómeno musical criasse quase quarenta álbuns (o último editado em 2012) e visitasse os cinco continentes em digressão, tendo sido o seu grande palco de lançamento um concerto de 1969 em que o músico interpretou "With a little help from my friends "dos Beatles em Woodstock.

Advertisement

Uma versão muito própria de Cocker que virou tema de abertura da série americana "Wonder Years/Anos incríveis".

Uma carreira marcada por uma fase menos boa para o cantor, que durante os anos 70 viu o seu estrelato afetado pelo consumo de álcool e drogas, algo que viria a ultrapassar, ressurgindo com mais força na década de 90. O músico, que completou setenta anos a 20 de Março deste ano, foi contemplado em 2007 com um prémio entregue pela sua soberana, a Rainha Isabel II de Inglaterra.

O intérprete de "Unchain my heart", "You are so beautiful" ou "Up where we belong", actuou por diversas vezes em Portugal e tem por cá uma vasta comunidade de fãs, que agora perdem um dos seus ícones. O mundo perde um dos mais singulares vultos da Música, mas também um artista e homem que sempre teve presente a preocupação constante com as causas sociais, criando uma Fundação com o seu nome, que atua no Colorado e protege crianças e jovens.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

Uma das primeiras reações ao desaparecimento de Joe Cocker foi por parte de Ringo Starr, baterista da banda Beatles. Ringo publicou na sua conta do Twitter: "Adeus. Deus abençoe Joe Cocker, de um dos seus amigos. Paz e amor. R".