De forma a dar seguimentoa "Silence In The Snow", os norte-americanos Trivium já dispõem de material para o próximo álbum. Quem o afirma, numa recente entrevista ao Blabbermouth, é o guitarristaCorey Beaulieu que, confrontado com essa questão, respondeu:"Nós estamos sempre a compordurante otempo em que estamosparados. Jánão compomosassim tanto quandoestamos em digressão.Talvez se tivermos umaideia ou algo assim, mas muito do materialque compomoshoje em dia, compomosquandoestamosem casa.

Normalmente, alguém compõeuma música, ou pelo menos tem uma ideia".

"Não esperamospela alturadecomeçarmos a comporum disco. Estamos semprea compor, porque é apenas algo que gostamos de fazer. Por isso é que játemos bastantematerial. Assim que começarmos a pensar numdisco, mergulhamosnaquelemonte de materialevemoso que queremosque façaparte da direcção do disco. Estamos a pensarnumdiscoalguresnopróximo ano.

Acho que estaremosdentro dos prazospara isso", afirmou.

Corey Beaulieufoi também questionadosobre a evoluçãodasonoridadedos Trivium. "No princípio tínhamos oelemento sonorodos gritos. De certa forma, crescemos.Temos uma sonoridadeampla. Gostamosrealmente do lado melódico das coisas e podemos passarparaoagressivo, o lado mais pesadodometal. Nós tivemos sempre os dois elementose depois utilizámo-losapenas de maneiras diferentes.

Deu-nosuma variedade de músicas diferentes,sem precisarmos de estar agarrados aos gritos a toda a hora. Também somos capazes de cantar", garantiu.

"Para nós, ometalcore eraogrande rótulo quando surgiu pela primeira vez, porque a combinaçãogritar-cantar era popular nessa altura. Ao longo do tempo, a nossa sonoridade evoluiuefizemosmuitas coisasdiferentes, portantoesse rótulo não se encaixa no nossoestilo de metal.

Nósdizemos apenasque somos uma banda demetal, porque vamos buscarmuitos elementos diferentes dometal e rock em geral. Só usamos os gritos quando uma Música o pedeounuma parte quenecessitadeles. Mas não estamos sempre a usá-los. Por isso, é definitivamente algo instrumental. Não é algo que em geral define o que fazemos", disse ainda nesta entrevista.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo