As áreas urbanas são compostas por diversos elementos que as caraterizam. As estátuas têm um papel importante na paisagem das cidades não só em termos estéticos mas também pelo o seu simbolismo. Em Portugal encontramos várias obras, enquanto passeamos pelas nossas cidades, que merecem ser referenciadas.

Em Lisboa, a estátua de Sebastião José de Carvalho e Melo ou Marquês de Pombal é uma das mais famosas. Foi inaugurada em 1934 e tem um pedestal de pedra de 40 metros. Na sua base temos representadas as reformas que o Marquês efetuou nas áreas da indústria, da agricultura, da pesca e da educação. Francisco dos Santos, um dos fundadores do Sporting, esculpiu em bronze esta estátua com um leão ao lado que representa a força, o poder e a determinação.

Devido ao falecimento do autor, o seu sobrinho (Simões de Almeida) e Leopoldo de Almeida concluíram a obra. A sua localização privilegia a sua extrema centralidade e marca a importância histórica deste primeiro ministro que contribuiu na reconstrução de Lisboa após o terramoto de 1755.

No Porto, também numa rotunda movimentada, está a estátua de um leão sobre uma águia num pedestal de 45 metros. Na sua base estão soldados esculpidos em granito. Foi inaugurada em 1951 e representa a vitória dos portugueses e ingleses sobre as tropas francesas de Napoleão no período de 1808 a 1814 na denominada Guerra Peninsular. Este monumento foi feito pelo o arquiteto Marques da Silva e o escultor Alves de Sousa. Ao redor da estátua temos jardins e diversas ruas convergentes, a mais conhecida a Avenida da Boavista que se inicia no local da Casa da Música.

Os melhores vídeos do dia

No Minho, na cidade de Barcelos temos outra estátua representada por um animal. Em 2017 foi inaugurada na rotunda da antiga fonte cibernética, um galo de 10 metros de altura com um suporte de vidro criado pelo o artista barcelense Albino Miranda. O galo é um símbolo da cidade e do país e retrata a lenda de um galo, que estava prestes a ser assado, e começou a cantar no momento da condenação de um galego por um crime que não cometeu. Ao redor da estátua temos imagens ilustrando esta história.

Noutra cidade minhota, Guimarães, está a estátua do primeiro rei de Portugal do século XII, Dom Afonso Henriques, em frente ao Castelo. Este lutou pela a independência de Portugal e por isso é uma das figuras mais importantes do país. Todas as pessoas que visitam a cidade passam por este monumento feito de bronze realizado pelo o escultor Soares dos Reis em 1888.

Em Viseu temos a estátua de Viriato, outra personalidade histórica relevante. Foi um lider da tribo lusitana que combateu os romanos na Península Ibérica e faleceu em 139 AC.

Durante a sua vida foi pastor, caçador e guerreiro e tem desde 1940 uma estátua de bronze de 2,5 metros de altura criada pelo o escultor espanhol Mariano Benlliure. Por baixo está uma pedra que a suporta e soldados lusitanos a decorar. É um dos locais mais emblemáticos de Viseu, onde os turistas gostam de ir.

Algumas estátuas estão relacionadas com a religião e em Braga há várias, com destaque para a de Dom Frei Bartolomeu dos Mártires. Este foi um arcebispo da cidade no século XVI e beatificado pelo o papa João Paulo II em 2001. É considerado um dos maiores reformadores da Igreja Católica e pertenceu ao Concílio de Trento. A estátua foi inaugurada em 2017 no Largo de São Paulo. Como Braga é conhecida como a cidade dos arcebispos era previsível esta homenagem a um dos arcebispos mais importantes.

Outra personalidade religiosa homenageada foi a Irmã Lúcia. Desde 2013 encontramos uma estátua da vidente de Fátima em frente ao Carmelo de Santa Teresa em Coimbra. Este convento foi o local onde viveu grande parte da sua vida e tem um memorial desde 2007 com objetos e a história da Irmã Lúcia. O escultor Alves André foi o autor desta obra de bronze com 3 metros de altura.

Em algumas cidades como Setúbal e Ponta Delgada temos bustos de pessoas locais importantes. Na cidade à beira Sado há um busto da cantora lírica do século XVIII Luisa Todi. Está situado na avenida com o mesmo nome e foi desenhado por Abel Pascoal e esculpido por Leopoldo de Almeida. Foi inaugurado em 1933 nas comemorações do centenário do falecimento da cantora que atuou em cidades como Londres, Berlim e Viena. Na capital açoriana temos um busto de Antero de Quental que homenageia o poeta nascido em 1842. O seu escultor foi Canto da Maia e a inauguração decorreu no centenário do seu nascimento. Está localizado no jardim a si dedicado e é composto por um monumento com os poemas Contemplação e Solemia Verba inscritos nos dois lados.

Relativamente a desportistas também foram feitas algumas homenagens como por exemplo Cristiano Ronaldo. Desde 2014 que o jogador madeirense tem uma estátua na Praça do Mar junto ao porto de cruzeiros e à zona do museu e do hotel CR7. É uma estátua de bronze com 3,4 metros de altura e 800 quilos esculpida pelo o madeirense Ricardo Veloza. Não é comum a construção de estátuas de pessoas vivas e jovens, mas neste caso decidiu-se premiar o reconhecimento que Ronaldo tem a nível mundial e o contributo que tem tido para a imagem e promoção turística da Madeira no estrangeiro.