Na última jornada da fase de grupos da Liga Europa de Futebol, o Rio Ave, já afastado da prova recebeu e venceu no seu reduto o Aalborg por 2-0. Dois golos do avançado venezuelano Del Valle (59m e 79m) valeram o primeiro triunfo na estreia nas competições europeias do Rio Ave. Apesar da vitória, a formação portuguesa ficou em último no Grupo J, ganho pelo Dinamo de Kiev com 15 pontos, onde milita o médio internacional português Miguel Veloso. O segundo posto ficou para os dinamarqueses do Aalborg com 9 pontos, com o terceiro lugar a ficar para o Steaua de Bucareste do português Carlitos. O quarto e último lugar do grupo ficou para o Rio Ave, com 4 pontos.

O Estoril, também já afastado dos 16 avos de final desta competição, viajou até à Grécia para empatar a uma bola com o Panathinaikos, com o golo da equipa portuguesa a ser da autoria do avançado internacional brasileiro e emprestado pelo FC Porto, Kleber (87 m). Com este resultado, a equipa da Linha de Cascais conquista o terceiro lugar no grupo E com 5 pontos. O vencedor do grupo foi o Dínamo de Moscovo (Rússia) com o pleno: 6 jogos, 6 vitórias e 18 pontos. O segundo posto ficou para os holandeses do PSV, com 8 pontos. O último deste grupo foi o Panathinaikos, somente com 2 pontos.

Para a história ficam as boas exibições e boas réplicas das equipas portuguesas nesta competição, frente a adversários com muitas qualidades. Porém, faltou alguma sorte e crença nas próprias qualidades por parte das formações lusas durante esta fase de grupo.

Os melhores vídeos do dia

Esse amargo de boca ficou bem patente nas declarações de José Couceiro, o treinador do Estoril-Praia. “Saímos da Liga Europa com a sensação que podíamos e devíamos ter feito mais. Não conseguimos, vamos tentar voltar na próxima época com mais experiência e mais qualidade. Faltou-nos alguma sorte em momentos chave”, disse.

Esta ideia foi também partilhada pelo líder do Rio Ave, Pedro Henriques. “O Rio Ave portou-se muito bem na sua estreia nas competições europeias. Os jogadores dignificaram o clube, os adeptos, a cidade, o país e estão de parabéns por isso. Claro que tínhamos a secreta ambição de ir um pouco mais longe na prova mas tal não foi possível. Vamos tentar vir em breve para fazer mais e melhor. Apesar desta saída todos ficamos valorizados e isso tem de ser destacado”, frisou.

O Sporting será agora a única equipa na Liga Europa, fruto de ter ficado em terceiro no seu grupo na prova rainha do futebol europeu em termos de clubes, a Liga dos Campeões.