Kobe Bryant está na ordem do dia. Se no campo a estrela dos Los Angeles Lakers e um dos melhores jogadores do mundo está apenas a 31 pontos de ultrapassar o lendário Michael Jordan na lista de melhores marcadores da história da NBA, fora do rectângulo de jogo, o norte-americano veio a terreiro tecer duras críticas aos seus colegas de equipa. Tudo aconteceu num treino da equipa californiana, esta quinta-feira.

"Agora vejo porque é que nós perdemos tantos jogos. Vocês são macios como Charmin [conhecida marca norte-americana de papel higiénico] ", atirou o jogador de 36 anos, mostrando-se visivelmente insatisfeito com Nick Young e Jeremy Lin. Instado a comentar estas declarações depois da sessão de treino, Bryant defendeu-se ao afirmar que uma postura mais agressiva "é uma forma de colocar à prova os elementos da equipa" e acrescentou: "Não sei se surtirá efeito, mas pelo menos deverá fazer com que exista mais intensidade nos treinos".

Porém, desengane-se quem pensar que a ira da estrela dos Lakers se ficou pelos jogadores. Sem rodeios, Kobe Bryant dirigiu-se de forma grosseira ao "general manager" da equipa, Mitch Kupchak, segundo avança Mike Bresnahan, jornalista do Los Angeles Time, na sua conta de Twitter. Kobe Bryant é um dos melhores jogadores da história da NBA e nunca na carreira defendeu as cores de outra equipa que não os Lakers.

Desde 1996 na equipa da Califórnia, Bryant já foi campeão por 5 vezes (a última em 2010), esteve por 16 ocasiões no "All-Star Game" e foi considerado o jogador mais valioso da liga em 2008, além de vários outros recordes.

Lakers procuram dar pontapé na crise esta sexta-feira

Bryant e companhia deslocam-se hoje, sexta-feira, ao terreno dos San Antonio Spurs, em partida que está agendada para as 2h30 da madrugada em Portugal Continental.

Os Lakers chegam ao Texas com um registo bastante pobre (6 vitórias e 16 derrotas), o que lhes vale actualmente o último posto na Divisão Pacífico e penúltimo lugar na Conferência Oeste. Recorde-se que caso Kobe Bryant marque 31 - ou mais - pontos irá relegar Michael Jordan para o quarto lugar da lista de melhores marcadores de sempre da liga norte-americana.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo