Anúncio
Anúncio

É oficial: o jovem internacional alemão Hany Mukhtar chegou esta quinta-feira a Lisboa para assinar contrato com o Sport Lisboa e Benfica até ao Verão de 2020. Com apenas 19 anos, Mukhtar é apontado como um valor emergente, tendo custado 500 mil euros aos cofres da Luz. Mukhtar é filho de pai sudanês e de mãe alemã, e chega à Luz oriundo dos alemães do Hertha de Berlim, clube de Futebol onde realizou toda a sua formação. À chegada à capital portuguesa, o médio da selecção alemã de Sub-19 mostrou-se "feliz" e "entusiasmado" por ter a oportunidade de jogar num "clube tão grande".

Hany Mukhtar, autor do golo que deu o triunfo à Alemanha frente a Portugal, na final do Campeonato Europeu daquele escalão realizado em Julho último, define-se como sendo um jogador tecnicista, dotado de características polivalentes e que gosta de finalizar, e reconheceu a qualidade dos pupilos às ordens de Jorge Jesus.

Advertisement

Para o jovem médio alemão, representar o Benfica é o concretizar de um sonho antigo, pelo que espera ajudar o clube a atingir os seus objectivos.

Chegado ao Hertha com apenas sete anos de idade, Mukhtar revela que acompanha o Benfica nas competições europeias "há vários anos" e admite ter visto a final da edição de 2013/2014 da Liga Europa, que culminou com a vitória do Sevilha diante dos "encarnados", nas grandes penalidades (4-2). "O Benfica jogou melhor. Espero que possamos estar em mais finais para ajudar o clube a vencê-las", frisou o alemão.

Mukhtar é o primeiro reforço de inverno do campeão em título da liga portuguesa, e o terceiro alemão a vestir de "águia ao peito", após as passagens pela Luz dos guarda-redes Robert Enke (1999-2002) e Hans-Jörg Butt (2007-2008). O jogador deverá começar desde já a trabalhar com o restante plantel e equipa técnica.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

Fábio Cardoso no Paços de Ferreira

Fábio Cardoso, jovem central português de apenas 20 anos, que esta época disputou 12 jogos pela equipa B dos "encarnados", foi emprestado ao Paços de Ferreira até final da temporada. O internacional Sub-19 usou as redes sociais para se despedir dos companheiros de equipa, tendo classificado a saída como "um dos dias mais difíceis da minha vida". Fábio Cardoso vestiu de vermelho e branco durante nove anos.