Advertisement
Advertisement

É uma celebração que está a correr mundo. O ano de 2015 ainda agora começou, mas a selfie tirada por Francesco Totti no passado domingo, no sempre entusiasta dérbi de Roma, por certo integrará os vídeos na altura em que for feito o balanço desportivo de 2015. "Il Bimbo d'Oro", como é carinhosamente conhecido no seio das hostes afectas à AS Roma, foi considerado o "homem do jogo", ao apontar os dois golos que deram o empate à turma de Rudi Garcia. De resto, o camisola 10 romano é já o melhor marcador da história dos embates entre Roma e Lazio, com 11 golos marcados.

Após uma primeira parte praticamente de sentido único, em que a equipa "laziale" apresentou um Futebol mais fluído e objectivo, que se traduziu nos golos do capitão Stefano Mauri (25') e do talentoso médio brasileiro Felipe Anderson (29'), a AS Roma depressa reentrou na discussão da contenda.

Advertisement

À passagem do minuto 48, Totti deu o seguimento perfeito a um cruzamento tenso do recém-entrado Kevin Strootman, para 16 minutos depois restabelecer a igualdade no marcador, com um golo marcado ao segundo poste, após cruzamento da esquerda do grego José Holebas. E estava dado o mote para o festejo que rapidamente "inundou" as redes sociais.

O "eterno" capitão da Roma, de 38 anos, saltou a barreira publicitária em direcção aos fervorosos adeptos "giallorrossi", e de imediato um elemento da entourage romana lhe entregou um iPhone. Numa primeira fase, Totti gastou alguns segundos, ao que parece a responder a um SMS, mas o inesperado - ou talvez não - momento não tardou. "O Rei de Roma", outro dos seus cognomes, tirou uma selfie tendo como pano de fundo a claque romana.

O empate entre as duas equipas da capital italiana mantém o registo invencível da AS Roma em casa, bem como a distância de nove pontos que separam os arquirrivais na tabela classificativa.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

Os comandados de Rudi Garcia seguem no segundo posto com 40 pontos (12 vitórias, 4 empates e 2 derrotas), ao passo que a turma de Stefano Pioli é terceira, com 31 (9 vitórias, 4 empates e 5 derrotas). A Juventus, que venceu no terreno do Nápoles por 3-1, é líder isolada da Série A, com 43 pontos.