O fecho do período detransferências aproxima-se e começam a verificar-se as usuais investidas deúltima hora, um pouco por toda a Europa. Em Portugal, hoje foi dia deconfirmação da transferência de Jonathan Rodríguez e Elbio Álvarez para a Luz, que após asua chegada tiveram a assinatura do contrato em perigo devido a divergênciasentre Benfica e Peñarol, relativamente ao valor do negócio e à duração doempréstimo.

Jonathan assinou até 2017, ficando a SAD encarnada com 40% do seupasse em troca de 2 milhões de euros e o direito de compra dos restantes 60%por 4 milhões até ao final do seu contrato de empréstimo, que será válido porduas épocas e meia.

Mas foi lá fora que o mercadomais se agitou neste dia. Em Inglaterra, o Chelsea decidiu abrir os cordões àbolsa e desembolsou 33 milhões de euros para garantir o colombiano Cuadrado àFiorentina, que recebe ainda Salah por empréstimo até ao final da época.

Cuadradovem reforçar o corredor direito do ataque dos Blues, no qual Salah tevedificuldades em se afirmar, desde a sua chegada a Stamford Bridge.

Mas também o Arsenal e o Crystal Palace viram chegar novos reforçospara o seu plantel. O brasileiro Gabriel trocou o Villareal pelos Gunners e vemaumentar as possibilidades de Arsène Wenger para a defesa. O treinador francêsenalteceu mesmo a polivalência do jogador como factor determinante para acontratação: “Gabriel é muito ambicioso, focado e sério.

Outra qualidade époder jogar na direita, na esquerda ou no centro da defesa.” Já o CrystalPalace, que recentemente mudou de treinador, convencendo Alan Pardew a abraçaro seu projecto, contratou o nigeriano Ameobi, que depois de uma breve aventuranos turcos do Gaziantep BB decidiu voltar a Inglaterra, onde fez carreira aoserviço do Newcastle.

De Espanha, as principaisnovidades surgiram dos mais aflitos, que ocupam o final da tabela.

Granada eCórdoba reforçaram-se com os bem conhecidos dos portugueses Candeias e Heldon,respectivamente. O primeiro estava emprestado pelo Benfica ao Nuremberga, masdada a pouca utilização, os alemães decidiram aceder à vontade do jogador e dopróprio Benfica para que o extremo seja mais utilizado. O sportinguista Heldonjunta-se a Ghilas e Bebé no Córdoba, por empréstimo dos leões até ao final daépoca.

De saída do Valência, JoãoPereira pôs fim às especulações e rumou à Alemanha, mais concretamente aoHannover da Bundesliga, após dois anos e meio no Mestalla, onde chegouinclusivamente a envergar a braçadeira de capitão, tendo perdido espaço apartir da chegada de Nuno Espírito Santo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo