Depois dos jovens Fokobo e Iuri Medeiros, ambos emprestados pelo Sporting, e do argentino Augustín Vuletich que foi contratado a título definitivo ao Olimpo, o FC Arouca volta a reforçar-se neste mercado de Inverno. Joris Kayembe, que jogava na equipa B do Porto, e esteve inclusivamente esta quarta-feira no banco da equipa principal em Braga para o jogo da Taça da Liga, é o mais recente reforço da equipa de Futebol liderada por Pedro Emanuel. Trata-se de um jovem extremo muito promissor que terá assim a hipótese de jogar pela primeira vez com assiduidade nos melhores palcos nacionais.

Publicidade

Kayembe nasceu em 1994 na Republica Democrática do Congo mas cedo emigrou para a Bélgica com os seus pais. Fez a sua formação no Standard Liége e após um ano de empréstimo ao FC Brussels, na época 12/13, foi contratado pelos dragões. Internacional pelas camadas jovens belgas, o talento de raízes africanas teve inicialmente uma grave lesão que lhe atrasou a progressão nos azuis e brancos. Muito forte no um para um e extremamente imprevisível, alinha normalmente no lado esquerdo do terreno e pode também, noutras circunstâncias, assumir a posição de lateral.

Tem sido chamado inúmeras vezes por Lopetegui para trabalhar com a equipa principal e fez 19 jogos na II Liga.

Após a lesão grave de Nildo Petrolina e a difícil adaptação do argentino Lucas Colitto, há muito que o conjunto amarelo necessita de se reforçar nas alas. André Claro e Pintassilgo, que têm sido as opções mais óbvias, encontram agora forte concorrência. Com Iuri Medeiros de um lado e Joris Kayembe do outro, o conjunto de Pedro Emanuel ganha vida e promete surpreender até ao final do campeonato.

Publicidade
Os melhores vídeos do dia

Kayembe, que já treinou esta semana, preenche assim, com este empréstimo até ao final de temporada, uma lacuna no plantel do Arouca e irá certamente encontrar o seu espaço.

Com estes quatro reforços o plantel do FC Arouca fica muito mais equilibrado e ganha outra dimensão na luta pelos objectivos, que são assegurar a manutenção na 1ª Liga o mais rápido possível.