O futebol no Distrito de Viseu está de novo em destaque mas,mais uma vez pelas piores razões. O jogo entre Oliveira do Douro e Vilamaiorensefoi interrompido já no tempo de descontos, depois de um adepto ter agredido oárbitro da partida, António Rocha. O juiz viseense teve mesmo de fugir ebarricar-se no balneário durante várias horas. Acabou por ser encaminhado aohospital em Cinfães, dada a violência das agressões.

Numa partida que contava para a jornada 16 da Zona Norte da1ª Divisão da Associação de Futebol de Viseu (AFV), a polémica estalou quandoaos 91 minutos de jogo, o árbitro António Rocha assinalou uma grande penalidadea favor do Vilamaiorense. Com 2-1 no marcador, os adeptos da casa nãocontrolaram a fúria e acabaram por agredir o jovem juiz. Tal situação só ocorreu por não estarpresente qualquer elemento de segurança no Campo da Ranha.

Consumada aagressão, o homem do apito teve mesmo de se refugiar nos balneários, acabandopor considerar que a melhor opção passaria por chamar a GNR e o INEM, dando porterminada a partida.

Assim que o final (antecipado) do jogo foi anunciado, osadeptos do emblema da casa rodearam o balneário onde estava barricado o árbitroda partida, tendo António Rocha abandonado as instalações desportivas doOliveira do Douro numa ambulância directamente para o hospital, mas apenasvárias horas depois do final do jogo.

Ausência de policiamento é “chamativo” para a violência

Naquele que é já o terceiro caso de violência no futebol doDistrito de Viseu desde Dezembro, em todas as situações há um denominador emcomum: a falta de elementos de segurança nos campos/estádios onde ocorreram osproblemas com as equipas de arbitragem. Habitualmente “substituídos” pelosdenominados Assistentes de Recintos Desportivos, que na maior parte dos casos são directores dos clubes ou meros “apanha bolas”, o público, conhecedor dessalacuna de segurança, acaba por ter maior “à vontade” para entrar em campo e fazer“justiça” pelas próprias mãos.

Depois dos casos em Oliveira de Frades e em CastroDaire, mais uma vez um jogo não chegou ao fim no Distrital viseense, sendoexpectável que o Núcleo de Árbitros de Viseu, bem como a própria AFV reajam,depois de terem prometido uma tomada de posição para breve.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo