Advertisement
Advertisement
Depois de uma fase de grupos muito contestada sobre as exibições da seleção da Costa do Marfim, em que não estiveram nem pouco mais ou menos no seu nível exibicional e pela expulsão que deu que falar de Gervinho com uma agressão sobre Naby Keita, jogador da Guiné, esta melhorou num jogo extremamente difícil e com um Futebol bem jogado contra uma das seleções favoritas, a Algéria. Os quartos-de-final bem ultrapassados iriam encontrar a seleção de surpresa, que se apresentava nas meias de final da CAN 2015, a República Democrática do Congo com uma grande prova até ao momento, iria tentar impor o seu futebol e ultrapassar os costa-marfinenses e seguir para a final. Momento que não se sucedeu, devido à subida de forma da Costa do Marfim no jogo anterior e que não ia para de evoluir. Uma vez mais, com uma exibição extremamente segura, os costa-marfinenses venceram por um seguro 3-1, passando assim à final da CAN 2015, momento que tinha acontecido na edição de 2012, ainda com o mítico Didier Drogba.

A outra seleção, que hoje garantiu a ambicionada final, foi a seleção do Gana, que é também uma das seleções favoritas a ganhar esta edição.

Passou o seu grupo com dificuldade, ao segurar o apuramento para os quartos-de-final logo na última jornada da fase de grupos, com exibições sofridas. Nesta fase de apuramento, a seleção do Gana ganhou com uns expressivos 3-0 contra a Guiné e, no jogo de hoje (5 de fevereiro), venceu a seleção anfitriã da Guiné Equatorial também por uns expressivos 3-0, em que os Ganeses venceram sem dificuldade, numa partida de futebol que acabou com um triste final de jogo onde os adeptos da Guiné Equatorial invadiram o campo e tentavam acertar com garrafas em jogadores, staff e adeptos do Gana, assim como nos árbitros da partida.

Advertisement

Esta final da CAN 2015 vai relembrar ao mundo uma final de 1992, com estas mesmas equipas a disputarem uma final ao limite e a terem de recorrer ao desempate por grandes penalidades, pois o resultado teimava em manter a igualdade. Vitória para os costa-marfinenses por 11-10 nos penáltis, enquanto nos 90 minutos regulares e 30 minutos extra se manteve 0-0. 

A final irá ser disputada no dia 08-02-2015, pelas 19:00 (horário continental) no Estádio de Bata. O jogo para o terceiro e quarto lugar irá ocorrer no dia 07-02-2015 pelas 16:00 (horário continental) no Estádio de Malabo.